Busca avançada
Ano de início
Entree

Reestruturação urbana e meio ambiente: o caso de São Paulo

Resumo

Busca-se avaliar as conseqüências ambientais do processo de reestruturação urbana da região metropolitana de São Paulo, tomando por referência o duplo processo de desindustrialização e reforço da metrópole como centro de serviços. A brusca mudança da estrutura do emprego, bem como o aumento da pobreza relativa advindos deste processo de reestruturação, induz parcelas crescentes da população a residirem em áreas inadequadas ambientalmente. A zona leste da cidade de São Paulo é usada como estudo de caso, observando-se a evolução da população residindo em áreas sujeitas a inundações bem como suas características econômicas e sociais. (AU)