Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da poluição do ar na carcinogênese de camundongos

Processo: 02/09803-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2003 - 31 de julho de 2005
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Paulo Hilário Nascimento Saldiva
Beneficiário:Paulo Hilário Nascimento Saldiva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Poluição atmosférica  Poluição do ar  Impactos na saúde  Carcinógenos ambientais  Carcinogênese animal  Mutagênicos 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Contribuições...climáticas_125_164_165.pdf

Resumo

Os efeitos da poluição do ar estão vastamente documentados. Os poluentes atmosféricos se constituem em problema de saúde pública, em potencial, na região metropolitana de São Paulo, por ultrapassar os padrões de qualidade do ar. Nem todos os efeitos adversos à saúde que estes poluentes podem ocasionar foram bem estabelecidos, contudo diversos agravos já estão bem documentados. As neoplasias estão entre os mais advogados efeitos crônicos da exposição à poluição do ar. Desta forma, este estudo pretende avaliar o potencial de formação de neoplasias, utilizando camundongos como modelo experimental. Os camundongos serão colocados em câmaras de topo aberto, nas seguintes condições de exposição: ar limpo, com filtro para partículas e gases; intermediário 1, com filtro para gases; intermediário 2, com filtro para material particulado e ar sujo, sem filtragem. Em cada câmara os camundongos serão divididos em dois grupos, um receberá n-nitroso-metil-uretana e o outro servirá de controle. Os camundongos serão acompanhados por 6 meses, tendo como base o experimento de Reymão et aI. (1997). Ao final do experimento os camundongos serão sacrificados e será feita autópsia e o material selecionado será submetido à verificação quanto à presença de tumores. Os resultados da exposição serão submetidos à análise estatística cruzando com dados obtidos da estação de monitoramento da CETESB. (AU)