Busca avançada
Ano de início
Entree

Estoques de carbono e nitrogênio em solos de Cerrado visando à sustentabilidade agrícola

Processo: 04/15538-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2005 - 29 de fevereiro de 2008
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Marisa de Cassia Piccolo
Beneficiário:Marisa de Cassia Piccolo
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Cerrado  Estoque de carbono  Nitrogênio  Gases do efeito estufa  Fluxo dos gases  Plantio direto  Sustentabilidade  Mudança climática 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Contribuições...climáticas_39_63_63.pdf

Resumo

O cerrado apresenta-se como uma das fronteiras agrícolas mais promissoras do mundo, porém a conversão de áreas naturais em sistemas produtivos tem causado intenso questionamento quanto às mudanças ocorridas na dinâmica da matéria orgânica do solo (MOS) e alterações nos fluxos dos gases traços causadores do efeito estufa (CO2, N2O e CH4). A derrabada e queima da vegetação natural, seguida do cultivo do solo resulta na diminuição do estoque de matéria orgânica do solo (MOS) e aumento da emissão dos gases do efeito estufa. Práticas conservacionistas, tal como o sistema plantio direto, são estratégias eficientes de mitigação desses efeitos. O objetivo geral da pesquisa é avaliar as alterações dos estoques de C e N no solo e as emissões dos gases importantes do efeito estufa (CO2, N2O e CH4), no processo de conversão do cerrado em Rio Verde (GO) para sistemas de cultivo convencional e direto. As áreas de estudo selecionadas são: vegetação nativa (1CN, 2CN e 3CN); sistema plantio convencional implantado a 15 anos (PC) e; sistema plantio direto: cronossequência com 12 anos de implantação (PD 0, PD 1, PD 4, PD 5, PD 7, PD 8, PD10 e PD 12). Outras variáveis como a granulometria do solo, C e N microbiano, mineralização do N e C hidrosolúvel do solo (DOC) serão estudadas para o entendimento da dinâmica do C e N nos sistemas. Simulações matemáticas da MOS serão realizadas com o auxílio do modelo matemático Century. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
COSTA JUNIOR, C.; CORBEELS, M.; BERNOUX, M.; PICCOLO, M. C.; SIQUEIRA NETO, M.; FEIGL, B. J.; CERRI, C. E. P.; CERRI, C. C.; SCOPEL, E.; LAL, R. Assessing soil carbon storage rates under no-tillage: Comparing the synchronic and diachronic approaches. SOIL & TILLAGE RESEARCH, v. 134, p. 207-212, NOV 2013. Citações Web of Science: 22.
CINIRO COSTA JUNIOR; MARISA DE CÁSSIA PÍCCOLO; MARCOS SIQUEIRA NETO; PLÍNIO BARBOSA DE CAMARGO; CARLOS CLEMENTE CERRI; MARTIAL BERNOUX. Carbono em agregados do solo sob vegetação nativa, pastagem e sistemas agrícolas no bioma Cerrado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 36, n. 4, p. 1311-1322, Ago. 2012.
MARCOS SIQUEIRA NETO; MARISA DE CÁSSIA PICCOLO; CINIRO COSTA JUNIOR; CARLOS CLEMENTE CERRI; MARTIAL BERNOUX. Emissão de gases do efeito estufa em diferentes usos da terra no bioma Cerrado. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 35, n. 1, p. 63-76, Fev. 2011.
NETO, MARCOS SIQUEIRA; SCOPEL, ERIC; CORBEELS, MARC; CARDOSO, ALEXANDRE NUNES; DOUZET, JEAN-MARIE; FELLER, CHRISTIAN; PICCOLO, MARISA DE CASSIA; CERRI, CARLOS C.; BERNOUX, MARTIAL. Soil carbon stocks under no-tillage mulch-based cropping systems in the Brazilian Cerrado: An on-farm synchronic assessment. SOIL & TILLAGE RESEARCH, v. 110, n. 1, p. 187-195, SEP 2010. Citações Web of Science: 60.
MARCOS SIQUEIRA NETO; MARISA DE CÁSSIA PICCOLO; ERIC SCOPEL; CINIRO DA COSTA JUNIOR; CARLOS CLEMENTE CERRI; MARTIAL BERNOUX. Carbono total e atributos químicos com diferentes usos do solo no Cerrado. Acta Scientiarum. Agronomy, v. 31, n. 4, p. -, Dez. 2009.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.