Busca avançada
Ano de início
Entree

Maria Aparecida de Souza | Univ. Federal de Uberlandia / UFU - Brasil

Processo: 10/51763-6
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Brasil
Vigência: 01 de outubro de 2010 - 30 de setembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunoquímica
Pesquisador responsável:Maria Cristina Roque Antunes Barreira
Beneficiário:Maria Cristina Roque Antunes Barreira
Pesquisador visitante: Maria Aparecida de Souza
Inst. do pesquisador visitante: Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Brasil
Instituição Sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/60642-2 - Efeitos biológicos e aplicações farmacêuticas de lectinas, AP.TEM
Assunto(s):Imunomodulação  Interleucina-10  Leishmaniose 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Artinm | Imunomodulacao | Interleucina 10 | Leishmaniose | N Glicanas

Resumo

IL-10 é uma citocina com características imuno-regulatórias que inibe a síntese de citocinas pró-inflamatórias, como TNF-α, IL-6, IL-8, IL-12, e que suprime várias atividades de células apresentadoras de antígenos. A ausência de IL-10 associa-se a maior gravidade de diversas doenças infecciosas e de lesões tissulares inflamatórias. A supressão de funções de macrófagos e células dendríticas exercida por IL-10 pode levar ao aumento da susceptibilidade a infecções por patógenos, como Leishmania major. O modelo murino de leishamniose que revelou o paradigma da imunidade dicotômica TH1/TH2, propiciou também a constatação de que a resposta à infecção sofre a interferência de células Treg, exercida através de mecanismos dependentes ou independentes de IL-10. ArtinM é uma proteína ligante de carboidrato que reconhece especificamente o trissacarídeo Manα1-3[Manα1-6]Man. Esse reconhecimento, em alguns casos, como o de N-glicanas associadas a TLR2, desencadeia sinalização celular e respostas que levam à modulação da imunidade e indução de proteção contra infecção por patógenos intracelulares. Adicionalmente, a persistente produção de IL-10 em animais tratados com ArtinM, verificada nos diferentes modelos de infecção até o momento estudados, tem sido responsabilizada pela ausência de lesões inflamatórias nos animais tratados, a despeito da ocorrência de uma robusta resposta TH1. Assim, o presente projeto propõe avaliar o papel da IL-10 na imunomodulação induzida por ArtinM utilizando o modelo da leishmaniose murina. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA SILVA, THIAGO APARECIDO; MARIANO, VANIA SAMMARTINO; SARDINHA-SILVA, ALINE; DE SOUZA, MARIA APARECIDA; PATRIARCA MINEO, TIAGO WILSON; ROQUE-BARREIRA, MARIA CRISTINA. IL-17 Induction by ArtinM is Due to Stimulation of IL-23 and IL-1 Release and/or Interaction with CD3 in CD4(+) T Cells. PLoS One, v. 11, n. 2, . (06/60642-2, 12/12950-0, 10/51763-6, 13/04088-0, 12/09611-0)
DA SILVA, THIAGO APARECIDO; DE SOUZA, MARIA APARECIDA; CECILIO, NERRY TATIANA; ROQUE-BARREIRA, MARIA CRISTINA. Activation of spleen cells by ArtinM may account for its immunomodulatory properties. Cell and Tissue Research, v. 357, n. 3, p. 719-730, . (10/51763-6, 06/60642-2, 12/09611-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.