Busca avançada
Ano de início
Entree

Funcionalização molecular e bioeletrônica: cooperação para uso de técnicas eletrogravimétricas de forma a complementar estudos de eletromecânica de eletrodos molecularmente funcionalizados

Processo: 10/18738-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 01 de abril de 2011 - 12 de abril de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica de Processos e Sistemas
Pesquisador responsável:Paulo Roberto Bueno
Beneficiário:Paulo Roberto Bueno
Pesquisador visitante: Jason Davis
Inst. do pesquisador visitante: University of Oxford, Inglaterra
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Análise molecular  Intercâmbio de pesquisadores  Cooperação internacional 

Resumo

Este projeto tem por objetivo permitir a vinda do Prof. Dr. Jason Davis, Physical & Theoretical Chemistry Laboratory & Chemistry Research Laboratory, University of Oxford - Oxford - England. O Prof. Jason Davis é um pesquisador bastante renomado de uma universidade bastante conceituada e tradicional da Inglaterra, sendo uma das autoridades na área de design, análise e manipulação a nível de funcionalização molecular. O Prof. Jason Davis destaca-se no que se refere ao desenvolvimento de sistemas bioeletrônicos, tendo uma experiência e capacitação bastante grande. Com a vinda de tal pesquisador, a ideia central é permitir que o professor possa conhecer as instalações atuais dos IQ-UNESP e discutir projetos de colaboração com alunos (projetos de doutorado FAPESP 2010/09310-4 e 2010/13089-1) e professores dessa unidade para estreitar o intercâmbio entre os grupos. Em especial, o professor oferecerá seminários, participará de evento científico organizado por nós (ver detalhes no APÊNDICE ou diretamente em www.hopv.org/nanoenergy11), e possivelmente ministrará um curso de (3 dias) junto a IQ-UNESP e também IQSC-USP. O objetivo também é aproveitar a vinda do pesquisador para melhorar/ampliar a aplicação da técnica AFM em nosso laboratório (IQ-UNESP), especialmente no que se refere ao seu uso para dispositivos bioeletrônicos. Em complemento, o professor está interessado na nossa capacitação em sistemas eletrogravimétricos e impedância para uso complementar no estudo de eletromecânica de algumas moléculas de interesse do grupo de Oxford. Especialmente, a conformação pode ser estudada pelo fator de dissipação dos cristais de quartzo do sistema eletrogravimétrico que temos em nosso laboratório. (AU)