Busca avançada
Ano de início
Entree

Consolidação da política de atendimento as vítimas da violência urbana, baseada na demanda real e na ação articulada entre os diversos setores do governo do estado de São Paulo (segurança, justiça e cidadania, saúde e assistência social) e da sociedade

Processo: 98/13982-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas
Vigência: 01 de novembro de 1999 - 28 de fevereiro de 2003
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Regina Maria Giffoni Marsiglia
Beneficiário:Regina Maria Giffoni Marsiglia
Instituição-sede: Faculdade de Serviço Social. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). São Paulo , SP, Brasil
Instituição parceira: Secretaria de Estado da Justiça e Defesa da Cidadania (São Paulo - Estado)
Bolsa(s) vinculada(s):01/02104-0 - Consolidação da política de atendimento as vítimas da violência urbana, baseada na demanda real e na ação articulada entre os diversos setores do governo do estado de São Paulo (Segurança, Justiça e Cidadania, Saúde e Assistência social) e da sociedade, BP.TT
01/05288-5 - Consolidação da política de atendimento as vítimas da violência urbana, baseada na demanda real e na ação articulada entre os diversos setores do governo do estado de São Paulo (Segurança, Justiça e Cidadania, Saúde e Assistência social) e da sociedade, BP.TT
01/05285-6 - Consolidação da política de atendimento as vítimas da violência urbana, baseada na demanda real e na ação articulada entre os diversos setores do governo do estado de São Paulo (Segurança, Justiça e Cidadania, Saúde e Assistência social) e da sociedade, BP.TT
+ mais bolsas vinculadas 01/05284-0 - Consolidação da política de atendimento as vítimas da violência urbana, baseada na demanda real e na ação articulada entre os diversos setores do governo do estado de São Paulo (Segurança, Justiça e Cidadania, Saúde e Assistência social) e da sociedade, BP.TT
01/01780-2 - Consolidação da política de atendimento as vítimas da violência urbana, baseada na demanda real e na ação articulada entre os diversos setores do governo do estado de São Paulo (Segurança, Justiça e Cidadania, Saúde e Assistência social) e da sociedade, BP.TT
01/02292-1 - Consolidação da política de atendimento as vítimas da violência urbana, baseada na demanda real e na ação articulada entre os diversos setores do governo do estado de São Paulo (Segurança, Justiça e Cidadania, Saúde e Assistência social) e da sociedade, BP.TT
01/02102-8 - Consolidação da política de atendimento as vítimas da violência urbana, baseada na demanda real e na ação articulada entre os diversos setores do governo do estado de São Paulo (Segurança, Justiça e Cidadania, Saúde e Assistência social) e da sociedade, BP.TT
01/01781-9 - Consolidação da política de atendimento as vítimas da violência urbana, baseada na demanda real e na ação articulada entre os diversos setores do governo do estado de São Paulo (Segurança, Justiça e Cidadania, Saúde e Assistência social) e da sociedade, BP.TT
01/02103-4 - Consolidação da política de atendimento as vítimas da violência urbana, baseada na demanda real e na ação articulada entre os diversos setores do governo do estado de São Paulo (Segurança, Justiça e Cidadania, Saúde e Assistência social) e da sociedade, BP.TT - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Problemas sociais  Vítima  Violência urbana  Capacitação profissional  Programa de defesa civil 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Pesquisa...publicas_199_153_153.pdf

Resumo

A experiência de professores da Faculdade de Serviço Social da PUC-SP, relativa tanto à prestação de assessoria a organizações governamentais e não-governamentais, como a realização de pesquisas acerca das diferentes expressões da violência, desenvolvida desde o ano de 1993, ensejou a criação do Núcleo Temático da Violência, integrado ao currículo do curso de graduação, propiciando o preparo de profissionais com capacidade teórica metodológica para o trabalho social na área. Deste trabalho decorreu o credenciamento da faculdade para participar da concepção e constituição do Centro de Referência e Apoio à Vítima de Violência - CRAVI, mediante convênio estabelecido pela PUC-SP com o governo do estado, em cumprimento à proposta n° 106 do Programa Estadual de Direitos Humanos: criar programa estadual de proteção à vítima e testemunhas, bem como seus familiares ameaçados em razão de envolvimento em inquérito policial e/ou processo judicial, em parceria com a sociedade civil. O CRAVI vem funcionando desde julho de 1998, atendendo em média 30 pessoas/mês, oferecendo assistência social, psicológica e jurídica; a maior demanda se refere à assistência material e proteção, em casos de ameaças contra a vida e patrimônio, além da solicitação de conhecimento do andamento de processos judiciais, aos quais a população não tem usualmente acesso. Pretende-se investigar as expectativas e necessidades das vítimas de violência urbana, tendo como piloto a cidade de São Paulo, para orientar a construção de uma metodologia de intervenção do estado, formando seus quadros técnicos e administrativos para maior eficácia no enfrentamento dos problemas sociais. A Secretaria da Justiça e da Cidadania do estado de São Paulo auxiliará na seleção dos locais e critérios de amostragem, participando do planejamento, treinamento, supervisão e execução da pesquisa. Os resultados da pesquisa fornecerão parâmetros básicos para avaliação do trabalho que vem sendo realizado pelo CRAVI permitindo reformulações, se necessários, sua consolidação e possível multiplicação. (AU)