Busca avançada
Ano de início
Entree

Gestão local, empregabilidade e equidade de gêneros e raça: uma experiência de política na região do ABC paulista

Processo: 98/14044-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa em Políticas Públicas
Vigência: 01 de novembro de 1999 - 30 de abril de 2003
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Marcia de Paula Leite
Beneficiário:Marcia de Paula Leite
Instituição-sede: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). São Paulo , SP, Brasil
Instituição parceira: Prefeitura Municipal de Santo André
Bolsa(s) vinculada(s):01/05113-0 - Gestão local, empregabilidade e equidade de gênero e raça: uma experiência de política pública na região do ABC Paulista, BP.TT
Assunto(s):Empregabilidade  Equidade  Gêneros (grupos sociais)  Grupos étnicos  Santo André (SP) 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Pesquisa...publicas_189_147_148.pdf

Resumo

Esta solicitação é um esforço de resposta ao desafio que o intenso processo de reestruturação produtiva, de reespacialização da indústria e de redefinição da vocação regional do ABC paulista vem colocando para as oportunidades ocupacionais e chances de empregabilidade, especialmente entre grupos sociais mais vulneráveis, tradicionalmente sujeitos à discriminação no mercado de trabalho. Iniciativas inovadoras vêm sendo tentadas pelos agentes decisivos na gestão local; prefeituras, sindicatos, empresas. A Prefeitura Municipal de Santo André (PMSA) tem desenvolvido políticas consorciando interesses destes diversos agentes (haja visto a sua integração à Câmara Regional do Grande ABC e ao Consórcio Intermunicipal do ABC). A PMSA decidiu, através da Assessoria dos Direitos da Mulher, dar um novo passo na sua política de ampliação das oportunidades de emprego, desenvolvendo uma experiência voltada para mulheres e negros. Tal decisão impôs a necessidade de parcerias face à escassez tanto de diagnósticos empíricos, como de expertise na área. Disto resultou a consulta, em janeiro de 1998, e posterior montagem de um grupo de trabalho interinstitucional, composto por instituições de pesquisa (CEBRAP e NEDIC/USP), por organizações não-governamentais atuantes junto a movimentos de mulheres (como o ELAS) e de negros (CEERT), e por organismos internacionais voltados para o planejamento e gestão, local (como é o caso do ILPES/CEPAL). A convocatória FAPESP se torna um espaço especialmente propício para viabilizar tal parceria. Como principais resultados desta cooperação pretendem-se: a) capacitar os agentes técnicos da gestão local, sensibilizando-os para a orientação dos programas de empregabilidade para mulheres e negros, através de cursos, seminários e pesquisa participativa; b) elaborar um diagnóstico das dificuldades ocupacionais destes grupos mais vulneráveis, c) subsidiar a implementação de um experimento em política de empregabilidade dirigida à mulher e aos negros. (AU)