Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da variação craniofacial utilizando morfometria geométrica em esqueletos do departamento de anatomia ICB-USP em comparação com coleções europeias e coleção da UNIFESP- SP

Processo: 11/20764-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 20 de janeiro de 2012 - 20 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Maria Inês Nogueira
Beneficiário:Maria Inês Nogueira
Pesquisador visitante: Petra Urbanova
Inst. do pesquisador visitante: Masaryk University, República Tcheca
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ciências forenses  Antropologia  Intercâmbio de pesquisadores  Cooperação internacional 

Resumo

Estudo da Variação Craniofacial utilizando Morfometria geométrica em esqueletos do Departamento de Anatomia ICB-USP em comparação com coleções europeias. 1. Introdução. A morfologia craniofacial é um dos componentes essenciais do esqueleto humano, uma vez que a identificação de características individuais do crânio ou especificas de grupos constitui fonte valiosa de informação de sua aparência física e identidade. Várias técnicas antropológicas e osteológicas têm sido usadas no exame remanescentes ósseos. Estas são confiáveis o suficiente para aplicação em investigações forenses. Traços cranianos, tais como forma da curvatura craniana, aberturas orbital e nasal, tamanho da queixo, dentes indicam o gênero, ancestralidade, idade entre outros dados importantes que possibilitam a reconstrução do perfil biológico de dado indivíduo O projeto proposto é continuidade de trabalho prévio do professor visitante em várias coleções osteológicas europeias, com foco no aperfeiçoamento da credibilidade e precisão dos métodos antropológicos para determinação de sexo do esqueleto humano. Nesse sentido, dados descrevendo a identificação de esqueletos bem preservados oriundos de populações cronológica e geograficamente consistentes, preferencialmente datados da metade, ou mais tarde, dos anos 1900, são pré-requisitos fundamentais e em crescente demanda, em decorrência dos fatos históricos da humanidade. Assim, objetivamos obter dados 3D das características de espécimes armazenados no Departamento de Anatomia e comparar com dados obtidos de várias coleções europeias (Atenas, Lisboa, Coimbra, Praga, entre outras). Esses dados serão incorporados em aplicações computacionais COLIPR software aplicação criada pelo professor visitante para determinação de sexo em esqueletos humanos (http://anthrop.sci.muni.cz/UserFiles/File/COLIPR/COLIPR%201.5.2.zip). Serão ministrados cursos no aos pós-graduandos e Estação Ciência para divulgar a metodologia e incentivar estudos na área. Ainda, serão oferecidas 2 oficinas de períodos a estudantes de pg e de ensino médio. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
URBANOVA, PETRA; ROSS, ANN H.; JURDA, MIKOLAS; NOGUEIRA, MARIA-INES. Testing the reliability of software tools in sex and ancestry estimation in a multi-ancestral Brazilian sample. LEGAL MEDICINE, v. 16, n. 5, p. 264-273, SEP 2014. Citações Web of Science: 12.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.