Busca avançada
Ano de início
Entree

Vinculando modelos acelerados do universo com supernovas IA, aglomerados de galáxias, estrutura de pequena escala e observações complementares

Processo: 11/20688-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 10 de março de 2012 - 09 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Extragaláctica
Pesquisador responsável:Jose Ademir Sales de Lima
Beneficiário:Jose Ademir Sales de Lima
Pesquisador visitante: Antonino Del Popolo
Inst. do pesquisador visitante: Università degli Studi di Catania, Itália
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cosmologia (astronomia)  Matéria escura  Intercâmbio de pesquisadores  Cooperação internacional 

Resumo

Observações correntes baseadas em Supernovas do tipo Ia estão indicando que o Universo está acelerando (ver Amanullah et al. 2010 e referências lá citadas). Tais observações estão também sugerindo que a densidade de energia dominante no Universo é repulsiva e toma a forma de uma energia escura [além da matéria escura ordinária] provavelmente de origem primordial. Esta é a interpretação da chamada corrente principal da cosmologia ("main stream"). Todos os dados disponíveis estão de acordo com o modelo de concordância cósmica (›CDM), isto é, um cenário dominado por vácuo e matéria escura fria (Spergel 2007, Komatsu et al. 2008). Contudo, os modelos ›CDM tem algumas dificuldades conceituais básicas: (i) O problema da coincidência, (ii) O problema da constante cosmológica, e (iii) O chamado problema de pequena escala (Del Popolo & Gamberra 1998; Del Popolo 2001; Perivoloropoulos 2008) o qual inclui: a origem do momento angular das galáxias, o problema de densidade central em galáxias e aglomerados (Zentner & Bullock 2002), e a estatística de satélites (Primack 2009). Neste contexto, o objetivo básico deste projeto com duração de um ano está descrito com algum detalhe nos 8 tópicos (subprojetos) apresentados no texto principal (ver projeto de pesquisa). Em linhas gerais, o objetivo principal é confrontar o modelo ›CDM com algumas cosmologias alternativas, com ênfase nos modelos com criação de matéria escura fria (CCDM) recentemente proposto por nosso grupo (ver texto principal). Tal modelo implica numa redução do setor escuro, pois o Universo acelera devido apenas a existência de uma pressão de criação negativa, ou seja, não existe energia escura. A novidade é que em nossa abordagem deveremos combinar os dados de grande escala (subprojetos 3-4) e de pequena escala (subprojetos 5-8). (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DEL POPOLO, A.; PACE, F.; LIMA, J. A. S. EXTENDED SPHERICAL COLLAPSE AND THE ACCELERATING UNIVERSE. INTERNATIONAL JOURNAL OF MODERN PHYSICS D, v. 22, n. 8 JUL 2013. Citações Web of Science: 44.
DEL POPOLO, A.; PACE, F.; LIMA, J. A. S. Spherical collapse model with shear and angular momentum in dark energy cosmologies. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 430, n. 1, p. 628-637, MAR 2013. Citações Web of Science: 45.
DEL POPOLO, A.; PACE, F.; MAYDANYUK, S. P.; LIMA, J. A. S.; JESUS, J. F. Shear and rotation in Chaplygin cosmology. Physical Review D, v. 87, n. 4 FEB 21 2013. Citações Web of Science: 36.
DEL POPOLO, A.; CARDONE, V. F.; BELVEDERE, G. Surface density of dark matter haloes on galactic and cluster scales. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 429, n. 2, p. 1080-1087, FEB 2013. Citações Web of Science: 37.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.