Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação dos dados empíricos da base espectral MILES contra modelos teóricos estelares para modelagem de populações estelares com enriquecimento alfa variável

Processo: 12/04953-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 10 de agosto de 2012 - 01 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia - Astrofísica Estelar
Pesquisador responsável:Andre de Castro Milone
Beneficiário:Andre de Castro Milone
Pesquisador visitante: Anne Elizabeth Sansom
Inst. do pesquisador visitante: University of Central Lancashire (UCLAN), Inglaterra
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Abundância estelar  Populações estelares  Biblioteca de espectros estelares  Espectroscopia astronômica  Observações astronômicas 

Resumo

Requisita-se financiamento para realizar uma importante visita de curta duração da Dra. Anne Sansom (University of Central Lancashire - UCLan, England, UK) ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (São José dos Campos, SP). O objetivo é prosseguir um trabalho com o Dr. André Milone (INPE) dentro de uma colaboração internacional que envolve outras instituições europeias como o Instituto de Astrofísica de Canarias e Universidad Autónoma de Madrid (Espanha). Reuniões de trabalho estão agendadas também com a Dra. Beatriz Barbuy (IAG/USP) e Dra. Paula Coelho (NAT/Unicsul), que possuem experiência ampla acerca do arcabouço teórico de uma das áreas do nosso projeto. A Dra. Sansom é uma pesquisadora ativa que possui uma posição fixa como Prof. Titular no Jeremiah Horrocks Institute (JHI, UCLan). Ela é especialista em análise de populações estelares e modelagem da evolução química de galáxias com muitos artigos publicados nestes assuntos, bem como possui habilidades profundas em técnicas observacionais astronômicas no óptico e raios-X. Ela participa de diversos consórcios mundiais em astronomia e também tem outros colaboradores no UK e Europa continental. Os aplicantes iniciaram a pesquisa colaborativa na ocasião do estágio de pós-doutoramento do Dr. Milone no JHI/UCLan. Eles discutirão e continuarão um trabalho acerca da comparação de dados empíricos duma base espectral estelar (conhecida mundialmente como MILES) contra previsões teóricas de diferentes conjuntos de modelos estelares. Isto envolve analisar linhas espectrais atômicas e moleculares relevantes na região do visível (particularmente no azul) que são comumente adotadas para recuperar a história da formação estelar em galáxias. Estas comparações explorarão a dependência de linhas espectrais com a razão de abundâncias Mg/Fe, que é a informação química adicional recentemente incluída na base MILES (Milone et al. 2011, MNRAS). Os objetivos específicos da visita programada são: (i) revelar e quantificar o acordo e inconsistências entre aqueles espectros empíricos estelares e espectros de modelos atuais para tipos estelares e químicas diversas; e (ii) então testar a confiabilidade dos métodos atualmente empregados para análise de populações estelares, adotando-se uma base observacional extensa para este propósito pela primeira vez. Uma limitação dos modelos semiempíricos atuais de populações estelares simples (PES) está no uso de estrelas cujas atmosferas não são completamente caracterizadas em termos de abundância química. Tipicamente, estes modelos adotam o Ferro (Fe) como traçador da metalicidade, contudo os espectros estelares podem mudar bastante quando as razões de abundância entre Fe e outros metais desviam dos valores solares. Considerar abundâncias de vários elementos, incluindo os alfa (traçado pelo Magnésio, Mg) e os do pico do Ferro (traçado pelo Fe), nos permitirá fornecer uma base espectral empírica que seja particularmente útil para a modelagem da distribuição de energia espectral de populações estelares com diferentes químicas. Paralelamente, MILES também está sendo expandida por meio da inclusão de novos dados estelares a fim de aprimorar a distribuição de estrelas no espaço paramétrico 4-D (Teff, log g, [Fe/H], [Mg/Fe]) (Milone et al. 2012, IAU S284). O conhecimento a ser adquirido consolidará o caminho para desenvolver uma nova geração de modelos semiempíricos de PES assumindo enriquecimento alfa variável. Enquanto os modelos baseados em atmosferas teóricas permitem gerar espectros de estrelas com qualquer padrão de abundâncias, eles são limitados devido à incompletude dos dados para transições atômicas e moleculares. Os dados empíricos podem testar determinadas combinações teóricas. Portanto, as duas abordagens são altamente complementares. Nossos modelos semiempíricos de PES serão uma referência para aqueles modelos teóricos bem como servirão de base para uma análise mais precisa de populações estelares em galáxias do que aquela anteriormente possível. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANSOM, A. E.; DE CASTRO MILONE, A.; VAZDEKIS, A.; SANCHEZ-BLAZQUEZ, P. Tests of model predictions for the responses of stellar spectra and absorption-line indices to element abundance variations. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 435, n. 2, p. 952-974, OCT 2013. Citações Web of Science: 16.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.