Busca avançada
Ano de início
Entree

Níveis de expressão de miR-33a e miR-122 em pacientes cronicamente infectados pelo Vírus da Hepatite C genótipos 1 e 3

Processo: 12/50332-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2012 - 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:João Renato Rebello Pinho
Beneficiário:João Renato Rebello Pinho
Instituição-sede: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Hepatite C  Vírus da hepatite C  MicroRNAs  Lipídeos 

Resumo

A infecção pelo Vírus da Hepatite C (HCV) é a maior causa de Hepatite Crônica em todo o mundo, com uma prevalência global de aproximadamente 3%, ou seja, mais de 170 milhões de indivíduos infectados pelo HCV. Os resultados dos protocolos terapêuticos baseados na associação do Interferon a Peguilado (IFNa-PEG) com a Ribavirina (RBV) são insatisfatórios, particularmente para os indivíduos infectados pelo HCV genótipo 1, uma vez que a resposta virológica sustentada (RVS) é obtida somente por,aproximadamente 50% dos indivíduos infectados. Sendo assim, existe a necessidade de se explorar novas abordagens terapêuticas, que tenham como alvo tanto fatores virais como fatores do hospedeiro, com o objetivo de modular a imunidade e combater a infecção. Tem sido relatado que um abundante e específico microRNA (miRNA) expresso no fígado, denominado miR-122, tem a capacidade de se anelar em dois sítios alvos específicos na 5'UTR do genoma do HCV agindo como um regulador positivo de sua replicação. Este miRNA também têm ação na regulação da homeostase do metabolismo lipídico, porém, o mecanismo envolvido nesta regulação ainda é pouco conhecido. Recentes estudos mostram que uma molécula de LNA (locked nucleic acid) que apresenta complementariedade ao miR-122 não só inibe drasticamente a replicação viral, como também altera a expressão de genes envolvidos no metabolismo de lipídios, por exemplo, reduzindo a expressão do miR-33a. O miR-33a é um miRNA regulador chave do metabolismo lipídico, sua inibição pode resultar no aumento da oxidação de ácidos graxos e acúmulo de gordura no fígado. No presente estudo, será avaliada a expressão do miR-33a e do miR-122 em amostras de tecido hepático provenientes de pacientes infectados pelo HCV com genótipos 1 e 3 submetidos à biópsia rotineiramente realizada antes do início do tratamento. A análise comparativa dos dados de expressão permitirá avaliar o perfil dessas moléculas na infecção causada pelos genótipos mais freqüentes no Brasil. (AU)