Busca avançada
Ano de início
Entree

Citocinas séricas e sua expressão gênica: correlação com as características clinicolaboratoriais e alterações metabólicas da dermatomiosite/polimiosite

Processo: 12/07101-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2012 - 31 de julho de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Samuel Katsuyuki Shinjo
Beneficiário:Samuel Katsuyuki Shinjo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Fernando Henrique Carlos de Souza ; Marcela Helena Gambim Fonseca ; Sofia Silveira de Castro Miranda ; Suzana Beatriz Verissimo de Mello ; Thiago Bitar Moraes Barros
Bolsa(s) vinculada(s):12/23227-8 - Citocinas séricas e sua expressão gênica: correlação com as características clinicolaboratoriais e alterações metabólicas da dermatomiosite/polimiosite, BP.TT
Assunto(s):Reumatologia  Dermatomiosite  Polimiosite  Citocinas 

Resumo

Dermatomiosite (DM) e polimiosite (PM) são miopatias inflamatórias idiopáticas (MII) caracterizadas por miopatia autoimune crônica, sistêmica, associada a uma alta morbidade e incapacidade funcional. Sob o ponto de vista imunopatológico, na PM há infiltrado de linfócitos T e macrófagos em fibras musculares, resultando em lise das próprias fibras musculares. Por outro lado, os linfócitos B desempenham um papel relevante na patogênese da DM, baseadas na: presença de autoanticorpos, deposição de imunocomplexos em junção dermoepiderme das lesões cutâneas e presença de linfócitos B em músculos inflamados e áreas perivasculares. Adicionalmente, o depósito de complemento e imunoglobulina nos endotélios perifasciculares pode levar a uma isquemia e atrofia muscular, mostrando também a importância da imunidade humoral. Assim, além do papel relevante da imunidade celular e humoral, diversas citocinas têm sido identificadas pontualmente e relacionadas à fisiopatogênese da DM/PM. Até o presente momento, entretanto, estas moléculas não foram analisadas simultaneamente em pacientes com MII. Além de estarem envolvidas com a quimiotaxia, a modulação e o recrutamente de células inflamatórias nos tecidos musculares acometidos, as citocinas podem exercer ações angiogênicas ou angiostáticas, modulando a expressão de fatores de crescimento angiogênicos. Em termos práticos, tais citocinas, em condições inflamatórias, podem alterar rapidamente o volume de vasos localmente, levando à hipóxia e, clinicamente, a mialgia e fraqueza muscular. A avaliação destas citocinas em MII, particularmente em DM, pode trazer dados interessantes para entender afisiopatogênese relacionada a vasculopatia inflamatória.Além da função fundamental das citocinas no mecanismo imunológico, inflamatório e angiogênese, elas também desempenham um papel importante em síndrome metabólica. Essa síndrome é uma doença multifatorial de alta prevalência caracterizada por alteração de glicemia de jejum/resistência periférica à insulina, obesidade central, dislipidemia e hipertensão arterial sistêmica, o que, em última análise, não só aumenta o risco de doenças cardiovasculares, mas também está associada a um quadro de processo inflamatório sistêmico e inespecífico. Em MII, baseando-se em poucos trabalhos, há apenas evidências indiretas do aumento de prevalência de síndrome metabólica, e nenhum estudo analisando as citocinas envolvidas nesta síndrome em DM/PM. Baseando-se nestes achados imunopatológicos, é relevante a caracterização de citocinas séricas como biomarcadores periféricas, correlacionando os dados com a atividade da doença, manifestações clinicolaboratoriais e alterações metabólicas encontradas em pacientes com DM/PM. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MIOSSI, RENATA; CARLOS DE SOUZA, FERNANDO HENRIQUE; SHINJO, SAMUEL KATSUYUKI. Nailfold capillary changes in adult new-onset dermatomyositis: a prospective cross-sectional study. CLINICAL RHEUMATOLOGY, v. 38, n. 9, p. 2319-2326, SEP 2019. Citações Web of Science: 1.
PAMPLONA DA SILVA, THIAGO COSTA; SILVA, MARILDA GUIMARAES; SHINJO, SAMUEL KATSUYUKI. Relevance of serum angiogenic cytokines in adult patients with dermatomyositis. ADVANCES IN RHEUMATOLOGY, v. 58, JUL 31 2018. Citações Web of Science: 1.
ARAUJO, P. A. O.; SILVA, M. G.; BORBA, E. F.; SHINJO, S. K. High prevalence of metabolic syndrome in antisynthetase syndrome. CLINICAL AND EXPERIMENTAL RHEUMATOLOGY, v. 36, n. 2, p. 241-247, MAR-APR 2018. Citações Web of Science: 4.
DIEGO SALES DE OLIVEIRA; MARILDA SILVA GUIMARÃES; SAMUEL KATSUYUKI SHINJO. Insulin resistance is increased in adult patients with dermatomyositis. MedicalExpress (São Paulo, online), v. 5, p. -, 2018.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.