Busca avançada
Ano de início
Entree

O abolicionismo como movimento social

Processo: 12/08495-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2012 - 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Angela Maria Alonso
Beneficiário:Angela Maria Alonso
Instituição-sede: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/24186-3 - O abolicionismo como movimento social em suas articulações provinciais, BP.TT
Assunto(s):Sociologia política  Abolicionismo  Movimentos sociais  História do Brasil 

Resumo

Esta pesquisa é desenvolvimento daquela começada sob vigencia de bolsa Novas Fronteiras (2009/05921-1). A pesquisa visa produzir uma explicação abrangente acerca do movimento abolicionista brasileiro a partir de dois ângulos. De uma parte, argumenta que o fenômeno tomou a forma de uma rede social, que articulava atividades no parlamento, mobilizações da sociedade civil e as rebeliões escravas. De outra, investiga o modo pelo qual se processou a transferência e adaptação de idéias do repertório abolicionista internacional para o movimento abolicionista brasileiro, e como a tradição nacional condicionou esse processo. Supõe-se que algumas lideranças abolicionistas funcionaram como articuladores em ambos os processos, conectando, de um lado, espaço público e instituições políticas e, doutro, as arenas local, nacional e internacional de ativismo abolicionismo. Neste momento, a pesquisa nacional encontra-se em fase final, necessitando complementação de pesquisa empírica para as províncias. O projeto atual visa realizar a pesquisa em nível provincial e a ediçaõ de artigos e de um livro no brasil e no exterior (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
A batalha da Abolição