Busca avançada
Ano de início
Entree

Determinação não-invasiva da concentração de metabólitos de hormônios gonadais em excretas de ranfastídeos

Processo: 12/05763-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2012 - 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Marcelo Alcindo de Barros Vaz Guimarâes
Beneficiário:Marcelo Alcindo de Barros Vaz Guimarâes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Animais de cativeiro  Tucanos  Ramphastidae  Hormônios esteroides gonadais  Estradiol 

Resumo

A manutenção e reprodução em cativeiro desempenham importante papel como ferramentas auxiliares para a conservação das espécies. Estas ferramentas possibilitam a realização de pesquisas com diferentes espécies, agregando conhecimentos fundamentais para o sucesso de projetos de conservação. Segundo ANDRIOLO (2007), nesse contexto priorizam-se estudos como comportamento alimentar, reprodução orientada para manutenção da variabilidade genética no cativeiro e treinamento para possíveis reintroduções. Pode-se também salientar a importância da determinação das características fisiológicas, comportamentais e reprodutivas básicas de cada espécie. Pertencentes à fauna nativa brasileira, os tucanos e araçaris são classificados como pertencentes à família Ramphastidæ e pouco ainda se conhece sobre suas características endócrino-reprodutivas. Mesmo entre as espécies que se reproduzem bem em cativeiro, não são descritas suas características endócrinas do ciclo ovulatório e das posturas. Estas informações são de suma importância para a melhoria do manejo e para a potencial aplicação de técnicas de reprodução assistida, usadas como ferramenta no intento de melhorar o desempenho reprodutivo destas espécies. O estudo endócrino nas espécies silvestres como os ranfastídeos, depende da aplicação de técnicas não-invasivas que permitam estudos longitudinais sem a interferência de ações estressantes como colheitas de sangue e contenções físicas. Desta forma, este projeto tem por objetivo extrair e mensurar os metabólitos dos esteróides sexuais (progesterona e estradiol das fêmeas e testosterona dos machos) nos excretas do Tucano-toco (Ramphastos toco) e Tucano-de-bico-verde (Rampahstos dicolorus), dentro e fora da estação reprodutiva. (AU)