Busca avançada
Ano de início
Entree

Origem da diversidade nas florestas neotropicais: padrões espaço-temporais de diversificação em aves e sua relação com a história do continente Sul-Americano

Processo: 07/07637-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de fevereiro de 2009 - 30 de abril de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Animal
Pesquisador responsável:Camila Cherem Ribas
Beneficiário:Camila Cherem Ribas
Instituição-sede: Museu de Zoologia (MZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):08/11416-5 - Origem da diversidade nas florestas neotropicais: padrões espaço-temporais de diversificação em aves e sua relação com a história do continente sul-americano, BP.JP
Assunto(s):Biogeografia  Filogenia  Biodiversidade  Ecossistema amazônico  Aves 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_149_135_135.pdf

Resumo

Diversos estudos em biogeografia histórica têm revelado uma relação importante entre a história da Terra e diversificação biológica. Na região Neotropical, ainda é pouco evidente quais fatores relacionados à história dos continentes Sul e Centro Americanos teriam influenciado a origem de uma diversidade tão alta. A teoria dos refúgios foi a primeira a tentar relacionar, mecanisticamente, a história do continente Sul Americano à origem da diversidade biológica. Esta proposta inicial gerou um longo debate que tem mostrado que a diversificação Neotropical tem origens complexas. O uso de dados moleculares para desvendar relações filogenéticas e filogeográficas e a associação destes resultados a variação morfológica e geográfica de organismos causou recentes mudanças na maneira de se estudar e compreender os padrões de diversificação e a história biogeográfica, com o desenvolvimento de novas abordagens metodológicas. A estas mudanças se soma um aumento significativo da compreensão da história geológica recente da região Neotropical. As Aves constituem um dos grupos Neotropicais nos quais a estruturação geográfica da variabilidade morfológica está melhor caracterizada, e tem sido também um dos grupos mais estudados em análises filogenéticas moleculares e filogeográficas. Apesar de muitos dados terem sido gerados recentemente, poucos estudos possuem uma boa abrangência geográfica, e nenhuma síntese foi ainda produzida. O objetivo do projeto proposto é determinar a inter-relação entre padrões de diversificação em aves e a história geológica da região Neotropical com ênfase nas regiões florestais, em especial a Amazônia. Estes resultados podem ajudar a desvendar mecanismos que controlam a geração de diversidade, permitindo a compreensão da origem de padrões que estão sendo rapidamente descaracterizados pela destruição das florestas. Esse conhecimento tem importantes implicações tanto teóricas, na elucidação dos mecanismos que regem a origem e organização da diversidade biológica, quanto práticas, na caracterização do processo de diversificação e, portanto na identificação de áreas de importância estratégica para conservação dessa diversidade. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RIBAS, CAMILA C.; ALEIXO, ALEXANDRE; GUBILI, CHRYSOULA; D'HORTA, FERNANDO M.; BRUMFIELD, ROBB T.; CRACRAFT, JOEL. Biogeography and diversification of Rhegmatorhina (Aves: Thamnophilidae): Implications for the evolution of Amazonian landscapes during the Quaternary. Journal of Biogeography, v. 45, n. 4, p. 917-928, APR 2018. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.