Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelagem estocástica de sistemas socioeconômicos

Processo: 08/54023-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de agosto de 2009 - 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Probabilidade e Estatística - Probabilidade e Estatística Aplicadas
Pesquisador responsável:Fernando Pigeard de Almeida Prado
Beneficiário:Fernando Pigeard de Almeida Prado
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Auxílios(s) vinculado(s):11/51509-5 - Externalities and economic behavior, AP.R
Assunto(s):Sistemas econômicos  Análise socioeconômica  Processos estocásticos 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/Investindo...pesquisadores_288_213_213.pdf

Resumo

O projeto consiste da modelagem e investigação de certos processos socioeconômicos com o auxílio de Sistemas de Partículas Interagentes, conhecidos na literatura internacional como "Interacting Paticle Systems" (IPS) (Liggett, 1985). Abrange conhecimentos tanto em Sistemas de Partículas Interagentes, como em Teoria Econômica (Microeconomia e, mais especificamente, Teoria dos Jogos). Envolve colaborações com jovens pesquisadores e pesquisadores experientes de ambas as áreas, tanto em nível nacional como internacional. Trata-se de uma área de pesquisa relativamente nova, mas bastante promissora, visto o crescente número de publicações e o recente reconhecimento e interesse por transições de fase de sistemas socioeconômicos complexos (crashes de preço em mercados financeiros, transição de fase de demanda por um bem, transição de fase do nível de criminalidade, entre outros). Nesta abordagem, postula-se as regras de interações entre os agentes de um sistema social e, posteriormente, analisa-se as fases macroscópicas que emergem. Abordaremos inicialmente quatro temas e investigaremos seus desdobramentos teóricos e práticos. O primeiro tema versa sobre um jogo estratégico (Teoria dos Jogos), similar ao modelo de Hotelling (1229), diferenciando-se do último pelo fato de os consumidores serem susceptíveis às decisões de seus pares. O segundo tema trata de jogos estratégicos com externalidade positiva (Le Breton ET AL. 1997) e funções de pagamentos aleatórias. Investigaremos o comportamento assintótico do conjunto dos equilíbrios fortes de Nash (Almann, 1959) quando o número de jogadores tende ao infinito. O terceiro tema versa sobre um processo estocástico (híbrido, entre quenched e annealed) e suas possíveis aplicações à modelagem de certos sistemas sociais. O quarto tema versa sobre modelagem de mercados financeiros por meio de IPSs. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.