Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação a campo do diagnostico genético pré-implantacional em embriões bovinos e ovinos produzidos in vitro

Resumo

Na primeira fase do projeto PIPE foi realizada padronização laboratorial para o uso de sondas de DNA Y-específicas em amostras de DNA de bovinos e ovinos, indicando grande sensibilidade e especificidade, inerentes das reações de PCR (Polymerase Chain Reaction). As melhores sondas foram selecionadas e aplicadas em biópsias de embriões produzidos in vitro obtendo-se excelente qualidade de amplificação. Além disso, um quadro contendo o Procedimento Operacional Padrão (POP) foi estabelecido com finalidade de padronizar a logística da micromanipulação embrionária durante a rotina dos laboratórios de produção in vitro (PIV). Com o objetivo de avaliar diversos marcadores moleculares a partir de uma única biópsia embrionária foi desenvolvida uma técnica de amplificação total do genoma (do inglês: Whole Genome Amplification - WGA), capaz de aumentar a quantidade de DNA genômico (gDNA) obtida na biópsia. O material proveniente desta pré-amplificação foi submetido a teste de PCR específicos, evidenciando a boa qualidade do gDNA obtido. Esta primeira etapa foi desenvolvida no Laboratório de Bioquímica e Biologia Molecular Animal, UNESP - Araçatuba, sob a orientação do Prof. Dr. José Fernando Garcia. Os embriões bovinos foram produzidos por diferentes laboratórios de PIV comerciais e com colaboração da prof. Dra. Gisele Zoccal Mingoti, do Laboratório de Fisiologia da Reprodução Animal, UNESP - Araçatuba, enquanto os embriões ovinos foram produzidos pelo Prof. Dr. João Flávio Panattoni Martins, da UNIFEOB, São João da Boa Vista. A grande interação científica estabelecida entre diferentes grupos de pesquisa na primeira fase do projeto proporcionou a formação de uma equipe altamente estruturada para o bom desenvolvimento da fase II deste PIPE. Na segunda fase, as sondas selecionadas na primeira etapa serão aplicadas a campo, pretendendo avaliar a especificidade do diagnóstico emitido através do PCR quando comparado ao obtido por ultrassonografia e o índice de gestação obtido com embriões bovinos e ovinos biopsiados. A partir desse teste de campo, será produzido sistema de sexagem embrionária ('kit' bovino e ovino) possibilitando a transferência da tecnologia desenvolvida e consequente aplicação da mesma em larga escala e baixo custo. Além disso, o material obtido na pré-amplificação (WGA) da biópsia embrionária será submetido ao painel de marcadores moleculares do tipo SNP (Single Nucleotide Polymorphism) já utilizado comercialmente no Brasil e na América Latina pela empresa Merial Saúde Animal Ltda - Igenity / USA. Estimamos que, o caráter inovador da aplicação da Seleção Assistida por Marcadores Moleculares (MAS) nos programas de transferência de embriões deverá promover grande avanço tecnológico para o melhoramento genético animal e abrirá novas frentes de inovação tecnológica no setor de reprodução animal. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)