Busca avançada
Ano de início
Entree

Genômica funcional e comparativa em fungos

Processo: 08/58634-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de julho de 2009 - 30 de junho de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Nilce Maria Martinez-Rossi
Beneficiário:Nilce Maria Martinez-Rossi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Pesquisadores principais:Antonio Rossi Filho
Bolsa(s) vinculada(s):13/25820-0 - Caracterização funcional de genes envolvidos nos mecanismos de resposta e resistência à acriflavina nos dermatófitos, BP.IC
12/03689-7 - Mecanismos moleculares envolvidos no sensoriamento de fosfato inorgânico (PI) em Neurospora crassa e em outros fungos, BP.PD
11/08424-9 - Genômica funcional e comparativa em fungos. Sub projeto: Genômica funcional de Trichophyton rubrum durante interação com pele e unha humana, BP.PD
10/18545-5 - Análise comparativa da expressão gênica em dermatófitos durante interação com moléculas do ambiente hospedeiro, BP.IC
09/15426-8 - Genômica funcional e comparativa em fungos. Subprojeto: Mecanismos moleculares envolvidos no sensoriamento do pH em Neurospora crassa e em outros fungos, BP.PD
Assunto(s):Aspergillus  Arthrodermataceae  Fungos 

Resumo

A maioria dos microrganismos estabeleceu ao longo da evolução redes de transdução de sinais que permitem a eles se adaptarem rapidamente às privações nutricionais, à presença de agentes antimicrobianos, às condições estressantes da interação com o hospedeiro, entre outras. Essa maquinária metabólica também responde a sinalização do pH ambiental, uma adaptação possivelmente envolvida na patogenicidade fúngica. Nós descrevemos que o dermatófito Trichophyton rubrum eleva o pH ambiente de ácido para alcalino durante o cultivo em substratos queratinizados, alterando simultaneamente o perfil enzimático secretado. Essa alteração do pH parece determinante para o sucesso do processo infeccioso, quando o fungo se depara com o pH ácido da pele humana. Vários genes que respondem ao pH ambiente, incluindo o gene pacC, que codifica uma proteína homóloga da família da PacC/Rim101p dos reguladores de transcrição em função do pH, foram identificados nos fungos modelo Aspergillus nidulans e Neurospora crassa e no dermatófito T. rubrum. A função da maioria desses genes foi identificada, porém muitos pontos dos processos de interação entre eles não foram esclarecidos. Nossa proposta é analisar transcricionalmente T. rubrum durante sua interação com células da epiderme humana e outras moléculas presentes no ambiente hospedeiro; aprofundar o conhecimento dos mecanismos moleculares envolvidos no sensoriamento pelo pH ambiente e o seu papel na patogenicidade fúngica; identificar novos mecanismos moleculares envolvidos na resistência e na adaptação a inibidores fúngicos e consequentemente contribuir para o controle da infecção fúngica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pós-doutorado em Genética e Biologia Molecular com Bolsa da FAPESP 
PD em bioquímica com Bolsa da FAPESP 
Pós em genômica com Bolsa da FAPESP 
PD em genômica com Bolsa da FAPESP 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.