Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo in vivo dos efeitos tóxicos do veneno total de Lachesis muta muta (Surucucu) e de uma PLA2 básica (lmtx-1) purificada deste veneno. Caracterização farmacológica e histopológica do edema e da miotoxicidade local e sistêmica induzida pelo veneno e pela PLA2

Resumo

A subespécie Lachesis muta muta vive em florestas tropicais úmidas de difícil acesso, dificultando sua captura e/ou manutenção em cativeiro (obtenção do veneno), o que explica a ausência de estudos com modelos experimentais com o veneno desta serpente, sendo mais disponível na literatura dados clínicos do envenenamento. O Veneno total de Lachesis muta muta possui várias moléculas bioativas, dentre elas destacam-se as fosfolipases A2 (PLA2), que podem induzir vários efeitos farmacológicos, como neurotoxicidade, miotoxicidade, e resposta edematogênica. Elas também afetam reações em plaquetas (agregação e secreção) e coagulação sangüínea, e são capazes de hidrolisar fosfolipidios, produzindo uma variedade de ácidos graxos livres e lisofosfolipídios. O escopo motivador deste projeto é realizar um estudo in vivo das atividades miotóxica e inflamatória do veneno total de Lachesis e de uma PLA2 caracterizada durante o Doutorado. (AU)