Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência dos treinamentos funcional e de força nas adaptações neuromusculares e na funcionalidade associados à fraqueza muscular em idosos sadios e com Doença de Parkinson

Processo: 12/03056-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2012 - 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Carlos Ugrinowitsch
Beneficiário:Carlos Ugrinowitsch
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Treinamento de força  Doença de Parkinson  Idosos  Controle motor 

Resumo

O processo de envelhecimento é acompanhado por declínios físicos, comportamentais e cognitivos os quais produzem um grande impacto na funcionalidade e independência dos idosos, especialmente naqueles com doença de Parkinson (DP). A fraqueza muscular é uma das principais causas da diminuição de funcionalidade observada nessa população porque ela reduz a mobilidade e o equilíbrio, altera o padrão da marcha, aumentando assim o risco de quedas. A fraqueza muscular é produzida pela perda de tecido tanto muscular quanto neural. Apesar do treinamento de força ter um impacto positivo na qualidade de vida de idosos saudáveis e com DP, diminuindo a taxa de aumenta da fraqueza muscular, regimes de treinamento que imponham uma demanda coordenativa e de controle motor maior podem trazer mais benefícios para essa população. Nesse aspecto, o treinamento de força realizado em plataformas instáveis (TFI) parece ser uma alternativa interessante já que ele impõe uma elevada "sobrecarga" proprioceptiva e coordenativa durante a realização dos exercícios de treinamento. No entanto, não há relatos na literatura comparando as adaptações funcionais e neuromusculares produzidas pelo TF e TFI. Dessa forma, o objetivo desse estudo é comparar as adaptações funcionais e neuromusculares produzidas pelo TF e TFI em idosos saudáveis e com DP. Para isso, 90 idosos (45 saudáveis e 45 com DP) serão divididos em três grupos (i.e. controle, TF e TFI). Os grupos com intervenção treinarão por 12 semanas. Força dinâmica e isométrica máximas, equilíbrio, recrutamento e desrecrutamento das unidades motoras, déficit de ativação, e as inibições recíproca e recorrente serão avaliadas antes e após o período experimental. (AU)

Publicações científicas (7)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MIYASATO, ROBERTO S.; SILVA-BATISTA, CARLA; PECANHA, TIAGO; LOW, DAVID A.; DE MELLO, MARCO T.; PIEMONTE, MARIA E. P.; UGRINOWITSCH, CARLOS; FORJAZ, CLAUDIA L. M.; KANEGUSUKU, HELCIO. Cardiovascular Responses During Resistance Exercise in Patients With Parkinson Disease. PM&R, v. 10, n. 11, p. 1145-1152, NOV 2018. Citações Web of Science: 1.
SILVA-BATISTA, CARLA; CORCOS, DANIEL M.; KANEGUSUKU, HELCIO; PIMENTEL PIEMONTE, MARIA ELISA; BUCKEN GOBBI, LILIAN TERESA; DE LIMA-PARDINI, ANDREA C.; DE MELLO, MARCO TULIO; FORJAZ, CLAUDIA L. M.; UGRINOWITSCH, CARLOS. Balance and fear of falling in subjects with Parkinson's disease is improved after exercises with motor complexity. GAIT & POSTURE, v. 61, p. 90-97, MAR 2018. Citações Web of Science: 9.
SILVA-BATISTA, CARLA; DE BRITO, LEANDRO C.; CORCOS, DANIEL M.; ROSCHEL, HAMILTON; DE MELLO, MARCO T.; PIEMONTE, MARIA E. P.; TRICOLI, VALMOR; UGRINOWITSCH, CARLOS. RESISTANCE TRAINING IMPROVES SLEEP QUALITY IN SUBJECTS WITH MODERATE PARKINSON'S DISEASE. JOURNAL OF STRENGTH AND CONDITIONING RESEARCH, v. 31, n. 8, p. 2270-2277, AUG 2017. Citações Web of Science: 4.
SILVA-BATISTA, CARLA; CORCOS, DANIEL MONTIE; BARROSO, RENATO; DAVID, FABIAN J.; KANEGUSUKU, HELCIO; FORJAZ, CLAUDIA; DE MELLO, MARCO TULIO; ROSCHEL, HAMILTON; TRICOLI, VALMOR; UGRINOWITSCH, CARLOS. Instability Resistance Training Improves Neuromuscular Outcome in Parkinson's Disease. MEDICINE AND SCIENCE IN SPORTS AND EXERCISE, v. 49, n. 4, p. 652-660, APR 2017. Citações Web of Science: 7.
SILVA-BATISTA, CARLA; TAVARES MATTOS, EUGENIA CASELLA; CORCOS, DANIEL M.; WILSON, JESSICA M.; HECKMAN, CHARLES J.; KANEGUSUKU, HELCIO; PIMENTEL PIEMONTE, MARIA ELISA; DE MELLO, MARCO TULIO; FORJAZ, CLAUDIA; ROSCHEL, HAMILTON; TRICOLI, VALMOR; UGRINOWITSCH, CARLOS. Resistance training with instability is more effective than resistance training in improving spinal inhibitory mechanisms in Parkinson's disease. Journal of Applied Physiology, v. 122, n. 1, p. 1-10, JAN 2017. Citações Web of Science: 2.
SILVA-BATISTA, CARLA; CORCOS, DANIEL M.; ROSCHEL, HAMILTON; KANEGUSUKU, HELCIO; BUCKEN GOBBI, LILIAN TERESA; PIMENTEL PIEMONTE, MARIA ELISA; TAVARES MATTOS, EUGENIA CASELLA; DE MELLO, MARCO TULIO; FORJAZ, CLAUDIA L. M.; TRICOLI, VALMOR; UGRINOWITSCH, CARLOS. Resistance Training with Instability for Patients with Parkinson's Disease. MEDICINE AND SCIENCE IN SPORTS AND EXERCISE, v. 48, n. 9, p. 1678-1687, SEP 2016. Citações Web of Science: 17.
SILVA-BATISTA, CARLA; KANEGUSUKU, HELCIO; ROSCHEL, HAMILTON; SOUZA, EDUARDO O.; CUNHA, TELMA F.; LAURENTINO, GILBERTO C.; MANOEL, JR., N.; DE MELLO, MARCO T.; PIEMONTE, MARIA E. P.; BRUM, PATRICIA C.; FORJAZ, CLAUDIA L.; TRICOLI, VALMOR; UGRINOWITSCH, CARLOS. Resistance Training with Instability in Multiple System Atrophy: A Case Report. JOURNAL OF SPORTS SCIENCE AND MEDICINE, v. 13, n. 3, p. 597-603, SEP 2014. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.