Busca avançada
Ano de início
Entree

PRUMO: Projeto de unidades móveis de atendimento tecnológico às MPE micro e pequenas empresas do setor calçadista de São Paulo (França Birigui - Jaú)

Processo: 00/06443-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Parceria para Inovação Tecnológica - PITE
Vigência: 01 de maio de 2003 - 31 de julho de 2008
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Produção
Pesquisador responsável:Luis Carlos Faleiros Freitas
Beneficiário:Luis Carlos Faleiros Freitas
Instituição-sede: Instituto de Pesquisas Tecnológicas S/A (IPT). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Empresa: Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE)
Município: São Paulo
Assunto(s):Controle da qualidade  Melhoria de qualidade  Desenvolvimento de produtos  Indústria calçadista  Indústrias 

Resumo

Objetiva-se através desse projeto a consolidação do setor calçadista paulista, melhorando sua performance na economia paulista. Com a implementação das Unidades Laboratoriais Móveis e a metodologia a ser aplicada nas empresas calçadistas seguramente será atingido um incremento tecnológico no setor, mesmo porque além da realização de ensaios e análises nas matérias-primas também será obtida uma melhoria dos processos industriais. Com a possibilidade das Unidades Laboratoriais Móveis estacionarem nas empresas assistidas, podemos considerar que as UM farão parte do processo produtivo da empresa, podendo, durante a construção do calçado, ser substituídas matérias-primas e alterados processos produtivos, em função de melhorias a serem incorporadas pelas empresas. Portanto, se faz necessário ressaltar a importância dessa assistência tecnológica para as empresas através do controle da qualidade (ensaios e análises) das matérias-primas utilizadas na fabricação dos calçados e a assessoria dos engenheiros e técnicos "in loco" no processo produtivo. Em decorrência, as empresas poderão minimizar custos de produção, orientar suas compras para produtos de maior qualidade, incrementar a produtividade, evitar retrabalhos e refugos entre outros itens de relevância, sobretudo para a micro e pequena empresa. (AU)