Busca avançada
Ano de início
Entree

Capacidade cardiorrespiratória, perfil inflamatório e modulação autonômica da frequência cardíaca em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica

Processo: 12/12206-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2012 - 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Dirceu Costa
Beneficiário:Dirceu Costa
Instituição-sede: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Memorial. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Rodolfo de Paula Vieira
Bolsa(s) vinculada(s):12/19749-9 - Capacidade cardiorrespiratória, perfil inflamatório e modulação autonômica da frequência cardíaca em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica, BP.TT
Assunto(s):Obesidade mórbida  Fisioterapia respiratória  Cirurgia bariátrica  Inflamação  Perda de peso 

Resumo

O tecido adiposo é um órgão endócrino e secretor com alta atividade metabólica, que libera vários fatores denominados adipocinas. A obesidade promove um desequilíbrio na produção destas substâncias que por conseqüência altera a função cardiorrespiratória, função pulmonar e controle nervoso autonômico. Atualmente, tem sido sugerido que a alteração da perfil inflamatório presente nos obesos promovam alterações cardiorrespiratórias, devendo ser considerado um fator importante nesta população. Sendo assim, o objetivo deste estudo é analisar o perfil inflamatório e a capacidade cardiopulmonar de sujeitos obesos após a perda de peso induzida pela cirurgia bariátrica. Serão avaliados 30 obesos mórbidos (IMC>40 kg/m2), de ambos os gêneros, antes e após seis meses de cirurgia bariátrica. Para dosagem do perfil inflamatório serão avaliados biomarcadores inflamatórios: leptina, adiponectina, fator de necrose tumoral (TNF), interleucina 6 (IL 6) , interleucina 8, interleucina-1- ²eta. A avaliação da capacidade cardiorrespiratória será realizada pelos testes: ergoespirométrico, espirometria, controle nervoso autonômico pela variabilidade da freqüência cardíaca, teste de caminhada de seis minutos e manovacuômetria. A escolha dos testes estatísticos dependerá dos tipos de distribuições encontradas e da homogeneidade ou não das respectivas variâncias. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEIXOTO-SOUZA, FABIANA SOBRAL; MALOSA SAMPAIO, LUCIANA MARIA; DE CAMPOS, ELAINE CRISTINA; BARBALHO-MOULIM, MARCELA CANGUSSU; DE ARAUJO, POLIANE NASCIMENTO; LAURIN NETO, RAFAEL MELILLO; ARENA, ROSS; COSTA, DIRCEU. Reproducibility of the incremental shuttle walk test for women with morbid obesity. PHYSIOTHERAPY THEORY AND PRACTICE, v. 31, n. 6, p. 428-432, AUG 2015. Citações Web of Science: 0.
PEREIRA DO NASCIMENTO, ELOISA SANCHES; MALOSA SAMPAIO, LUCIANA MARIA; PEIXOTO-SOUZA, FABIANA SOBRAL; DIAS, FERNANDA DULTRA; FREITAS DANTAS GOMES, EVELIM LEAL; GREIFFO, FLAVIA REGINA; LIGEIRO DE OLIVEIRA, ANA PAULA; STIRBULOV, ROBERTO; VIEIRA, RODOLFO PAULA; COSTA, DIRCEU. Home-based pulmonary rehabilitation improves clinical features and systemic inflammation in chronic obstructive pulmonary disease patients. INTERNATIONAL JOURNAL OF CHRONIC OBSTRUCTIVE PULMONARY DISEASE, v. 10, p. 645-653, 2015. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.