Busca avançada
Ano de início
Entree

Métodos não radiográficos para diagnóstico do padrão esquelético classe II hiperdivergente

Processo: 12/02933-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2012 - 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Ortodontia
Pesquisador responsável:João Roberto Gonçalves
Beneficiário:João Roberto Gonçalves
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Diagnóstico ortodôntico  Fotografia em odontologia  Má oclusão de Angle classe II 

Resumo

O diagnóstico dos pacientes de classe II de padrão vertical é importante, uma vez que, estes pacientes têm sido associados com maior prevalência de distúrbios do sono por obstrução das vias aéreas, maior prevalência de DTM articular e alterações na postura crânio-cervical. Métodos simplificados para identificação destes indivíduos em estudos epidemiológicos não foram desenvolvidos até o momento. O propósito do presente estudo é testar a validade do método fotográfico e do método do uso do paquímetro facial no diagnóstico da classe II esquelética hiperdivergente, assim como possibilitar a análise da postura crânio-cervical. Para tanto, será utilizada uma amostra de 240 pacientes que estiverem iniciando o tratamento ortodôntico, sendo 120 do gênero masculino e 120 do gênero feminino, com idades variando entre 7 e 12 anos. Serão realizadas mensurações diretas na face dos pacientes com o uso do paquímetro e mensurações indiretas através de fotografias padronizadas e telerradiografias de perfil de cada indivíduo. Os pacientes serão classificados através da análise cefalométrica, e distribuídos em 2 grupos de 120 cada, de acordo com parâmetros esqueléticos. Um grupo será composto por pacientes classe II esquelética hiperdivergentes (ANB > 4,5º e SN.GoMe > 36º), enquanto o outro será formado por pacientes que apresentem diferentes padrões esqueléticos. Posteriormente, será realizada a mensuração de cada grandeza angular e linear eleita para realização do diagnóstico do padrão esquelético através das fotografias e utilização do paquímetro facial. Buscar-se-á identificar o grau de correlação existente entre medidas faciais e seus correspondentes cefalométricos. Mediante a análise Discriminante, serão detectadas as mensurações capazes de diagnosticar o padrão esquelético de classe II hiperdivergente. Além disso, o método será testado quanto à sua replicabilidade e reprodutibilidade. Dessa forma, os achados permitirão aos pesquisadores identificar e classificar os pacientes quanto ao padrão facial nos sentidos vertical e sagital, e quanto à postura crânio-cervical, sem a necessidade de exposição do indivíduo à radiação, o que apresenta importância fundamental para realização de estudos epidemiológicos ou avaliações em larga escala. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ROSAS GOMES, LILIANE DE C.; CARPIO HORTA, KARLA O.; GONCALVES, JOAO ROBERTO; DOS SANTOS-PINTO, ARY. Craniocervical posture and craniofacial morphology. EUROPEAN JOURNAL OF ORTHODONTICS, v. 36, n. 1, p. 55-66, FEB 2014. Citações Web of Science: 10.
ROSAS GOMES, LILIANE DE CARVALHO; CARPIO HORTA, KARLA ORFELINA; GANDINI, JR., LUIZ GONZAGA; GONCALVES, MARCELO; GONCALVES, JOAO ROBERTO. Photographic assessment of cephalometric measurements. ANGLE ORTHODONTIST, v. 83, n. 6, p. 1049-1058, NOV 2013. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

MEDIDOR FACIAL PARA REALIZAÇÃO DE DIAGNÓSTICOS ORTODÔNTICOS BR1020120298163 - Universidade Estadual Paulista (UNESP) . Karla Orfelina Carpio Horta dos Reis; João Roberto Gonçalves - 23 de novembro de 2012