Busca avançada
Ano de início
Entree

Digestão anaeróbia de águas residuárias direcionada para a produção de butanol e etanol

Processo: 12/09785-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa BIOEN - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2012 - 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Ariovaldo José da Silva
Beneficiário:Ariovaldo José da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Agrícola (FEAGRI). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Adriano Pinto Mariano ; Denis Miguel Roston ; Marcelo Zaiat ; Rubens Maciel Filho
Assunto(s):Digestão anaeróbia  Fermentação  Biocombustíveis  Bioetanol  Butanóis  Águas residuárias 

Resumo

Este projeto de pesquisa tem como finalidade a produção de butanol e etanol a partir da digestão anaeróbia de águas residuárias de atividades agrícolas e agroindustriais, por exemplo, vinhaça. A produção de butanol e etanol por digestão anaeróbia envolve um processo de fermentação bifásica que produz solvente constituído por uma mistura de acetona-butanol-etanol (ABE) por meio de reações bioquímicas realizadas por bactérias do gênero Clostridium que ocorrem em ambientes naturais. Dependendo das características dos resíduos e das condições operacionais a digestão anaeróbia pode ser direcionada para a produção de butanol ou etanol. Butanol possui um alto valor agregado e pode ser utilizado como combustível em substituição de gasolina sem necessidade de modificar ou adaptar motores ou na indústria química e farmacêutica. Etanol também pode ser utilizado em diversas atividades, mas, a principal é como combustível no setor de transportes. Brasil e os EUA concentram 62% da produção mundial de etanol a partir de sacarose contida na cana-de açúcar e amido de milho, respectivamente. Outras fontes de carboidratos para produção de etanol são os resíduos agrícolas e agroindustriais que contêm materiais lignocelulósicos, por exemplo, palha de arroz, palha de trigo, palha de milho e bagaço de cana. Este projeto será desenvolvido no Laboratório de Saneamento da Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI/UNICAMP e contará com a colaboração de pesquisadores da Escola de Engenharia de São Carlos - USP, da Faculdade de Engenharia Química - FEQ da Unicamp e da École Polytechnique de Montréal, Canadá. Espera-se que esta pesquisa contribua para o aproveitamento energético de resíduos agroindustriais minimizando os impactos negativos ao meio ambiente. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MORAES, BRUNA DE SOUZA; DOS SANTOS, GRACIETE MARY; DELFORNO, TIAGO PALLADINO; FUESS, LUCAS TADEU; DA SILVA, ARIOVALDO JOSE. Enriched microbial consortia for dark fermentation of sugarcane vinasse towards value-added short-chain organic acids and alcohol production. Journal of Bioscience and Bioengineering, v. 127, n. 5, p. 594-601, MAY 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.