Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de propriedades físico-químicas de aerossóis de queimadas e forçante radiativa no experimento SAMBBA - the South American Biomass Burning Analysis

Processo: 12/14437-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2012 - 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Pesquisador responsável:Paulo Eduardo Artaxo Netto
Beneficiário:Paulo Eduardo Artaxo Netto
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesq. associados:Alexandre Lima Correia ; Gilberto Fernando Fisch ; Henrique de Melo Jorge Barbosa ; Joel Ferreira de Brito ; Luciana Varanda Rizzo
Assunto(s):Amazônia 

Resumo

Este projeto de pesquisa visa dar suporte à participação de pesquisadores brasileiros no experimento SAMBBA (The South American Biomass Burning Analysis), que ocorrerá de 1 a 30 de Setembro de 2012 na Amazônia, com medidas em solo em Porto Velho e na aeronave BAe146. As emissões de queimadas na região Amazônica têm importantes impactos no balanço radiativo atmosférico em grande parte da América do Sul. Estas emissões têm sido estudadas no experimento LBA (Experimento de Grande Escala da Biosfera e Atmosfera da Amazônia) desde o início da década de 80. Com o recente advento de novos instrumentos de medidas de propriedades físico-químicas de aerossóis em tempo real, medidas em solo e em aeronaves tornaram-se possíveis. Em particular o uso da aeronave inglesa de grande porte FAAM (Facility for Airborne Atmospheric Measurements) BAe146, do Reino Unido que virá ao Brasil de 1 a 30 de Setembro de 2012, abre novas perspectivas de estudos dos impactos de queimadas na Amazônia. A aeronave FAAM BAe146, que tem 4 turbinas a jato e pode voar até 12 Km de altitude, é instrumentada com o estado-da-arte em equipamentos de medidas de aerossóis, gases traço e fluxo radiativo. O experimento SAMBBA tem a participação de várias instituições: UK-MetOffice, INPE, USP, UNIFESP, CTA, Universidades de Manchester, Leeds, Edimburgo entre outras. A aeronave ficará sediada em Porto Velho (RO) e realizará voos de amostragem atmosférica em toda a Amazônia Legal caracterizando plumas de queimadas recém-emitidas e envelhecidas, assim como o ambiente no entorno, em altitudes de até 12 Km. Esta proposta científica dará suporte às medidas na aeronave BAe146 em toda a Amazônia e medidas em solo a serem feitas em parceria com a Universidade de Rondônia em Porto Velho. Nestas medidas em Porto Velho utilizaremos novos instrumentos para medidas em tempo real da composição de aerossóis com "Aerossol Mass Spectrometer" o ACSM (Aerosol Chemical Speciation Monitor) da Aerodyne Inc., nefelômetros para medidas do espalhamento espectral de radiação, MAAP (Multiangle Absorption Photometer) para medidas de absorção de radiação, SMPS (Scanning Mobility Particle Sizer) para medida de distribuição de tamanho de nanopartículas entre outros. Também será medida a concentração de gases traços como ozônio, monóxido e dióxido de carbono. Fotômetros solares e radiômetros da rede NASA AERONET medirão a coluna de aerossóis e o fluxo de radiação em vários comprimentos de onda. Com o conjunto das medidas no avião e no solo pretendemos estudar em detalhes a ligação entre as propriedades físico-químicas de aerossóis e gases emitidos em queimadas na Amazônia e seus efeitos no balanço radiativo e no ecossistema Amazônico. Entre os tópicos estão o estudo da formação de aerossóis orgânicos secundários por emissões de queimadas. Pretendemos também realizar toda a análise de medidas no avião com nossos parceiros ingleses (Prof. Jim Haywood, Hugh Coe, Ben Johnson e outros), e parceiros brasileiros (Karla Longo e Saulo Freitas, entre outros do INPE) visando uma efetiva participação brasileira no experimento SAMBBA. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Redução do desmatamento da Amazônia evita 1,7 mil mortes por ano 
Ciência brasileira ganha destaque em museu de Londres 
Pesquisa coleta dados sobre emissões de queimadas na Amazônia 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.