Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do papel biológico e clínico de alterações nas vias moleculares RAS-MAPK e PI3K-Akt , em melanomas cutâneos e de mucosa em população brasileira e comparação com a população estadunidense

Processo: 12/04194-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2012 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Vinicius de Lima Vazquez
Beneficiário:Vinicius de Lima Vazquez
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Pesq. associados:Jeremy Andrew Squire ; Rui Manuel Vieira Reis
Bolsa(s) vinculada(s):14/00214-3 - Avaliação do papel biológico e clínico de alterações nas vias moleculares RAS-MAPK e PI3K-Akt , em melanomas cutâneos e de mucosa em população brasileira e comparação com a população estadunidense e caracterização de culturas primárias de melanomas, BP.TT
12/23418-8 - Avaliação do papel biológico e clínico de alterações nas vias moleculares RAS-MAPK e PI3K-Akt , em melanomas cutâneos e de mucosa em população brasileira e comparação com a população estadunidense, BP.TT
Assunto(s):Neoplasias cutâneas  Melanoma  Metástase neoplásica  Mutação  Marcador molecular  Linhagem celular tumoral  Cultura de células 

Resumo

O melanoma é a forma mais agressiva de câncer de pele, com alta complexidade e heterogeneidade clínica e molecular, com crescente incidência no Brasil e no mundo. A identificação de mutações frequentes levou a necessidade de determinação das características moleculares de cada paciente. Estudos anteriores demonstraram que os padrões de mutações genéticas e alterações no número de cópias de DNA diferem entre os diferentes subtipos de melanoma. Sabe-se ainda que a presença de mutações nos genes BRAF/NRAS correlaciona-se tanto aos padrões das metástases como a sobrevida. Atualmente, existem poucos dados sobre as características moleculares do melanoma em pacientes brasileiros. A definição molecular e evolução clínica dos pacientes brasileiros vão permitir comparações objetivas com os resultados obtidos em outros países. Já se sabe que pacientes metastáticos de populações diferentes podem apresentar curso clínico distinto, e que mutações em oncogenes podem ter freqüências diferentes entre pacientes de diferentes regiões/etnias. No entanto, sabe-se pouco sobre a prevalência e significado prognóstico das alterações genéticas em pacientes com melanoma em diferentes partes do mundo. A hipótese central deste estudo é que os subtipos histopatológicos dos melanomas do Brasil e os Estados Unidos têm diferentes características moleculares, e que tais diferenças se relacionam a diferentes resultados clínicos. Já a confecção de culturas celulares gerará uma plataforma que permitirá o estudo de aspectos genéticos e biológicos destes tumores, incluindo testes farmacológicos com drogas antineoplásicas com linhagens celulares de tumores locais (brasileiras), em um cenário mais realista. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVA ALMEIDA VICENTEL, ANNA LUIZA; BIANCHINI, RAQUEL ALVES; LAUS, ANA CAROLINA; MACEDO, GRAZIELA; REIS, RUI MANUEL; VAZQUEZ, VINICIUS DE LIMA. Comparison of protocols for removal of melanin from genomic DNA to optimize PCR amplification of DNA purified from highly pigmented lesions. HISTOLOGY AND HISTOPATHOLOGY, v. 34, n. 9, p. 1089-1096, SEP 2019. Citações Web of Science: 0.
FAIAO-FLORES, F.; ALVES-FERNANDES, D. K.; PENNACCHI, P. C.; SANDRI, S.; VICENTE, A. L. S. A.; SCAPULATEMPO-NETO, C.; VAZQUEZ, V. L.; REIS, R. M.; CHAUHAN, J.; GODING, C. R.; SMALLEY, K. S.; MARIA-ENGLER, S. S. Targeting the hedgehog transcription factors GLI1 and GLI2 restores sensitivity to vemurafenib-resistant human melanoma cells. Oncogene, v. 36, n. 13, p. 1849-1861, MAR 30 2017. Citações Web of Science: 22.
PINHEIRO, CELINE; MIRANDA-GONCALVES, VERA; LONGATTO-FILHO, ADHEMAR; VICENTE, ANNA L. S. A.; BERARDINELLI, GUSTAVO N.; SCAPULATEMPO-NETO, CRISTOVAM; COSTA, RICARDO F. A.; VIANA, CRISTIANO R.; REIS, RUI M.; BALTAZAR, FATIMA; VAZQUEZ, VINICIUS L. The metabolic microenvironment of melanomas: Prognostic value of MCT1 and MCT4. CELL CYCLE, v. 15, n. 11, p. 1462-1470, 2016. Citações Web of Science: 17.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.