Busca avançada
Ano de início
Entree

Monitoramento plasmático de vancomicina e carbapenêmicos em pacientes em diálise estendida de baixa eficiência (SLED)

Processo: 12/50320-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2012 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Clínica
Pesquisador responsável:Silvia Regina Cavani Jorge Santos
Beneficiário:Silvia Regina Cavani Jorge Santos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Farmacocinética  Farmacodinâmica  Diálise  Concentração plasmática  Monitoramento plasmático  Anti-infecciosos  Carbapenêmicos  Vancomicina  Imipenem  Meropeném 

Resumo

Objetivo: Investigar as concentrações plasmáticas de vancomicina, imipenem ou meropenem administrados a pacientes em diálise estendida de baixa eficiência (SLED) e avaliar a possibilidade de aplicação da modelagem farmacocinética/farmacodinâmica (PK/PD) para fins de ajuste de regime de dose. Métodos: Serão incluídos pacientes adultos (12-15 pacientes para cada antimicrobiano do estudo - vancomicina e imipenem), internados no HCFMUSP recebendo SLED e em uso de antimicrobianos para o controle das infecções; o meropenem substituirá o outro carbapenêmico nos pacientes com pré-disposição à convulsão. Os antimicrobianos serão administrados tomando por base as recomendações da Comissão de Controle das Infecções Hospitalares (CCIH) relativas ao regime de dose inicial previsto para os pacientes da Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Serão coletadas amostras seriadas de sangue nos tempos: 1 hora antes do inicio do procedimento (1a coleta), durante a diálise nos períodos zero h, e 0,5h, 1h, 2h, 4h, 6h (2a a 7a coleta). Decorridas 4 horas do término do procedimento será realizada a 8a e última coleta (2 mL/coleta em tubos contendo EDTA sódico). O plasma será obtido pela centrifugação do sangue estabilizado (2800g) e armazenado em congelador (-80o C) até o ensaio. As amostras serão encaminhadas para o Laboratório de Farmacologia Terapêutica da FCF/USP para análise através de Cromatografia Líquida. Será realizado o monitoramento plasmático e a modelagem PK-PD dos antimicrobianos administrados aos pacientes. Na presença de decaimento exponencial das concentrações plasmáticas dos antimicrobianos no decurso do tempo durante a diálise SLED, será estimada a depuração plasmática durante o procedimento pela aplicação do software PK Solutions 2.0, Data Analysis. A modelagem PK-PD e tratamento estatístico serão realizados através do software GraphPad Prism 4.0. (AU)