Busca avançada
Ano de início
Entree

Doença de Vogt-Koyanagi-Harada: parâmetros para tratamento efetivo na fase aguda e no estágio tardio

Processo: 11/50936-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2012 - 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Joyce Hisae Yamamoto Takiuti
Beneficiário:Joyce Hisae Yamamoto Takiuti
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/01222-0 - Análise integrada de parâmetros clínicos, funcionais e estruturais na fase aguda e no estágio tardio da Doença de Vogt-Koyanagi-Harada: estudo longitudina, BP.TT
13/07462-0 - Análise integrada de parâmetros clínicos, funcionais e estruturais na fase aguda e no estágio tardio da doença de Vogt-Koyanagi-Harada: estudo longitudinal, BP.TT
Assunto(s):Doenças autoimunes  Síndrome uveomeningoencefálica  Tomografia de coerência óptica 

Resumo

Doença de Vogt-Koyanagi-Harada (VKH), doença auto-imune dirigida contra proteínas de melanócitos em indivíduos geneticamente susceptíveis, tem em sua apresentação clínica quatro fases distintas: prodrômica (quadro viral-meningítico), uveítica, convalescente e crônica. Nas fases de convalescência e crônica, observam-se alterações pigmentares na pele e coróide. Nestas fases nas quais o processo inflamatório é leve ou aparentemente quiescente, alguns autores têm destacado a progressão destas alterações e correlação com a gravidade da doença. No estudo de da Silva (FAPESP 07/57155-5 e 07/57154-9) foi observado que pacientes no estágio tardio (6 meses ou mais de duração) apresentam atividade de doença detectada pela angiografia com indocianina verde (AICV) em 80% e sugere-se que a terapia foi sub-ótima. Desta forma, o presente estudo, longitudinal e prospectivo, tem como objetivos: 1. Em pacientes no estágio tardio da doença de VKH, propor tratamento mais agressivo para aqueles com atividade clínica e subclínica (AICV) e observar aqueles com atividade somente clínica ou somente subclínica juntamente com aqueles sem nenhuma atividade de doença. 2. Em pacientes na fase aguda da doença de VKH, propor tratamento mais agressivo e relacionar com dados históricos obtidos dos estudos de da Silva. Os desfechos a serem analisados serão acuidade visual (logMAR), atividade clínica, morfologia (retinografia, angiografia com fluoresceína e AICV e tomografia de coerência óptica espectral), função (eletroretinografia de campo total e multifocal). Os pacientes serão acompanhados pelo período mínimo de 12 meses (fase aguda) e de 18 meses (estágio tardio) com avaliações em tempo pré-definido. Com este estudo espera-se compreender melhor as alterações morfológicas e funcionais que ocorrem tanto na fase aguda como no estágio tardio da doença de VKH diante de um tratamento mais agressivo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LAVEZZO, MARCELO MENDES; SAKATA, VIVIANE MAYUMI; MORITA, CELSO; CASO RODRIGUEZ, EVER ERNESTO; ABDALLAH, SMAIRAH FRUTUOSO; DA SILVA, FELIPE T. G.; HIRATA, CARLOS EDUARDO; YAMAMOTO, JOYCE HISAE. Vogt-Koyanagi-Harada disease: review of a rare autoimmune disease targeting antigens of melanocytes. ORPHANET JOURNAL OF RARE DISEASES, v. 11, MAR 24 2016. Citações Web of Science: 23.
SAKATA, VIVIANE M.; DA SILVA, FELIPE T.; HIRATA, CARLOS E.; MARIN, MARIA LUCIA C.; RODRIGUES, HELCIO; KALIL, JORGE; COSTA, ROGERIO A.; YAMAMOTO, JOYCE H. High rate of clinical recurrence in patients with Vogt-Koyanagi-Harada disease treated with early high-dose corticosteroids. GRAEFES' ARCHIVE FOR CLINICAL AND EXPERIMENTAL OPHTHALMOLOGY, v. 253, n. 5, p. 785-790, MAY 2015. Citações Web of Science: 19.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.