Busca avançada
Ano de início
Entree

Gênero, trabalho precário e identidades nos serviços estéticos e corporais

Processo: 12/14567-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 01 de outubro de 2012 - 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Marcia de Paula Leite
Beneficiário:Marcia de Paula Leite
Pesquisador visitante: Luz Gabriela Arango Gaviria
Inst. do pesquisador visitante: Universidad Nacional de Colombia (UN), Colômbia
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Sociologia do trabalho  Condições de trabalho  Precarização do trabalho  Centros de embelezamento e estética  Identidade social 

Resumo

A visita da professora Luz Gabriela Arango contribuirá em ampliar e aprofundar alguns dos objetivos do projeto de investigação A crise do trabalho e as experiências de geração de emprego e renda: as diferentes faces do trabalho associado e a questão de gênero. Mediante uma reflexão teórica, apoiada nos desenvolvimentos investigativos do projeto A crise do trabalho e as experiências de geração de emprego e renda: as diferentes faces do trabalho associado e a questão de gênero, dirigido por Marcia de Paula Leite e do projeto Gênero, trabalho e identidade nos serviços estéticos e corporais, dirigido por Luz Gabriela Arango na Colômbia, pretende-se ampliar a discussão conceitual sobre as interrelações entre: por uma parte, a precarização, a informalidade e a flexibilização trabalhistas unidas ao novo modelo de acumulação flexível na América Latina (casos Brasil e Colômbia) e por outra parte, as relações de gênero e suas interseções de classe, raça/cor e sexualidade. A contribuição da professora Arango enfatizará na análise da precarização no setor dos serviços estéticos e corporais, os modos como ali se combinam formas de trabalho autônomo e precário tradicional com lógicas empresariais que transladam os riscos do negócio aos e às trabalhadoras, em um contexto de vinculação local-global com a grande indústria multinacional da beleza. Para consegui-lo, adiantará uma revisão das investigações sobre o trabalho no setor dos serviços pessoais, estéticos e corporais presentes em livros, artigos em revistas científicas e relatórios de investigação, publicados nos últimos 10 anos no Brasil que contrastará com a literatura internacional sobre a indústria da beleza. Um segundo aspecto é expandir o leque de setores ocupacionais inclusos na dimensão qualitativa da investigação ao abordar o caso do setor dos serviços estéticos e corporais (cabeleireiros e salões de beleza) no Brasil, em comparação com o projeto desenvolvido na Colômbia sobre este setor. Para isso, além da revisão bibliográfica assinalada anteriormente, adiantará uma exploração do setor de salões de beleza e cabeleireiras no Brasil mediante: a) a revisão de estatísticas de emprego e documentos sobre a configuração normativa e econômica deste setor e b) o estudo qualitativo de três estabelecimentos de cabeleireiro. Com o fim de conhecer aspectos como as modalidades de emprego, trabalho e contratação, os diversos ofícios que participam no setor, as qualificações, competências ou habilidades que requerem; as trajetórias sociais e trabalhistas das pessoas que ali trabalham; as desigualdades de classe, gênero, raça e orientação sexual; as identidades profissionais, as concepções de beleza e feminilidade e os diferentes significados associados a estes trabalhos, realizará uma aproximação empírica qualitativa em Campinas, mediante o estudo de caso de três estabelecimentos de cabeleireiro situados em setores socioeconômicos diferentes nos que fará uma observação das formas de trabalho e atendimento à clientela e se entrevistará trabalhadores (as).Finalmente, a proposta tem como objetivo preparar os termos gerais para um projeto de investigação comparativo sobre Gênero e trabalho precário na Colômbia e no Brasil. Partindo das semelhanças, diferenças e particularidades encontradas no setor de cabeleireiros e salões de beleza e tendo em conta as condições do mercado trabalhista, a institucionalidade do trabalho e as condições sociais e políticas dos dois países, se definirão alguns parâmetros básicos para uma investigação qualitativa comparativa. (AU)