Busca avançada
Ano de início
Entree

Inibição da metástase via transição epitélio-mesenquimal por RNA de interferência e metformina em neoplasia mamária

Processo: 12/14079-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2012 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Debora Aparecida Pires de Campos Zuccari
Beneficiário:Debora Aparecida Pires de Campos Zuccari
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias mamárias  Metástase neoplásica  Metformina  Interferência de RNA  Fator de crescimento transformador beta  Transição epitelial-mesenquimal 

Resumo

A transição epitélio-mesenquimal (EMT) é caracterizada pela mudança no fenótipo epitelial para mesenquimal que leva a perda ou expressão reduzida dos marcadores de células epiteliais, como a e-caderina e claudina, e o aumento da expressão de marcadores mesenquimais, como a n-caderina e vimentina, assim como o aumento da expressão do fator de transcrição twist. A EMT pode ser induzida por componentes de matriz extracelular e fatores de crescimento, como o fator de transformação de crescimento beta (TGF-²), responsável pela regulação da diferenciação e proliferação celular, migração e apoptose. A EMT inicia-se com a transformação e diferenciação de células-tronco do câncer de mama (BCSCs). Estudos recentes reproduziram in vitro o processo de EMT em células epiteliais mamárias gerando células com propriedades BCSCs. Além disso, uma pequena subpopulação de células tumorais com o fenótipo característico de células-tronco (CD44+/CD24-) está presente nos tumores de mama. Atualmente, diversas ferramentas de intervenção têm sido empregadas para inibição da EMT e a consequente metastatização, como a utilização de RNA de interferência (siRNA). Com esse propósito, recentemente surgiram novas investigações utilizando a metformina, um medicamento para diabetes tipo 2, inibindo a ação do TGF-B na EMT e a consequente metastatização do câncer de mama. O objetivo deste estudo é identificar marcadores relacionados com a EMT, pela técnica de imunofluorescência e PCR em Tempo Real, e impedir o processo de metastatização do câncer de mama através da inibição do TGF-² pela tecnologia do siRNA e pelo tratamento com metformina, em linhagens celulares de neoplasia mamária canina e em modelo animal. Os dados obtidos nesse estudo poderão confirmar os prováveis benefícios do silenciamento gênico e da metformina como agentes terapêuticos no tratamento do câncer de mama, reduzindo ocorrência de metástases e assim, contribuindo para um prognóstico melhor para o paciente com câncer de mama. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LEONEL, CAMILA; FERREIRA, LIVIA CARVALHO; BORIN, THAIZ FERRAZ; MOSCHETTA, MARINA GOBBE; FREITAS, GABRIELA SCAVACINI; HADDAD, MICHEL RAINERI; DE CAMARGOS PINTO ROBLES, JOAO ANTONIO; PIRES DE CAMPOS ZUCCARI, DEBORA APARECIDA. Inhibition of Epithelial-mesenchymal Transition in Response to Treatment with Metformin and Y27632 in Breast Cancer Cell Lines. ANTI-CANCER AGENTS IN MEDICINAL CHEMISTRY, v. 17, n. 8, p. 1113-1125, 2017. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.