Busca avançada
Ano de início
Entree

Biblioteca da Embrapa Pecuária Sudeste

Processo: 09/16468-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Infra-estrutura - Faplivros
Vigência: 01 de abril de 2010 - 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
Pesquisador responsável:Simone Cristina Méo Niciura
Beneficiário:Simone Cristina Méo Niciura
Instituição-sede: Pecuária Sudeste. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Forragicultura  Epigênese genética  Marcador molecular  Qualidade da carne  Produção animal  Solos  Bibliotecas  Aquisição de materiais  Acervo  Livros  Recursos para a pesquisa 

Resumo

A Embrapa Pecuária Sudeste órgão vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, foi criada em 26 de agosto de 1975, como Unidade de Execução de Pesquisa de Âmbito Estadual - UEPAE de São Carlos, pela incorporação da Estação Experimental de São Carlos, estabelecida na Fazenda Canchim, no município de São Carlos, no Estado de São Paulo. Em 1º de maio de 1993, a UEPAE foi transformada em centro de pesquisa e passou a ser denominada Centro de Pesquisa de Pecuária do Sudeste, atualmente conhecida como Embrapa Pecuária Sudeste. A Embrapa Pecuária Sudeste, possui área total de 2.668 hectares, dos quais 1.390 ha de pastagens destinados a experimentos e 920 ha de reservas ecológicas permanentes, com vegetação nativa. Destas, 100 ha são de Mata Atlântica e 820 ha de vegetação de cerrado, esta última constituindo a maior reserva contínua, desse ecossistema, no centro do Estado de São Paulo. O rebanho de pesquisa é formado por cerca de 2.800 bovinos puros das raças Canchim, Nelore, Holandesa, e animais oriundos de cruzamentos de diversas raças. Além de rebanho ovino com aproximadamente 400 animais da raça Santa Inês e cruzados. Este centro de pesquisa em conjunto com o seu corpo técnico-científico multidisciplinar qualificado, localização privilegiada da Unidade e sua infraestrutura de campos experimentais e de laboratórios, desenvolve pesquisas nos mais diversos segmentos da produção de leite e de carne, melhoramento genético de bovinos e de forrageiras, utilização de técnicas de biologia molecular no melhoramento animal e na sanidade animal, produção leiteira em pequenas propriedades familiares, nutrição animal, redução de impactos ambientais relacionados à atividade pecuária, alternativas para alimentação de bovinos na época de seca, sementes de forrageiras, irrigação de pastagens, manejo animal, manejo de forrageiras, qualidade da carne e ovinocultura. Tem como Missão: Viabilizar soluções tecnológicas para a sustentabilidade da agropecuária da região Sudeste por meio de pesquisa, de desenvolvimento e de inovação, em benefício da sociedade. O centro dispõe de uma Biblioteca, com mais de 16.837 livros, 307 periódicos, 3886 trabalhos de produção científica, para suporte à pesquisa. Tem acesso online ao Acervo Documental Embrapa, atualmente com 498.358 registros, ao Portal da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, com 15.475 periódicos nacionais e internacionais. A biblioteca dispõe ainda de memória técnica informatizada, com artigos de pesquisadores da Unidade. O presente projeto tem por finalidade preservar todo acervo, propiciar aos usuários um ambiente amplo, organizado, de fácil acesso e recuperação de informações indispensáveis para o bom andamento das pesquisas, e disseminação dos resultados. E principalmente facilitar o acesso das pessoas portadoras de necessidades especiais, minimizando as dificuldades enfrentadas por estes usuários e em respeito aos direitos humanos. "A Biblioteca é um local onde se possibilita o acesso à informação mediante o uso de diversas fontes registradas em múltiplas linguagens, pois centraliza informação, pesquisa, lazer e atividades culturais e permite a disseminação e produção do saber. Para o exercício pleno da cidadania, as pessoas têm direito à informação, à construção de conhecimentos e de uma visão de mundo ampliada. A Biblioteca é, assim, uma instituição democratizadora da informação, que é um dos principais instrumentos de poder na sociedade." (PIMENTA 1998). (AU)