Busca avançada
Ano de início
Entree

Projeto de ampliação e atualização do acervo de livros da biblioteca do Instituto de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

Processo: 09/16698-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Infra-estrutura - Faplivros
Vigência: 01 de abril de 2010 - 30 de abril de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Silvia Regina Dias Medici Saldiva
Beneficiário:Silvia Regina Dias Medici Saldiva
Instituição-sede: Instituto de Saúde (IS). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sistema Único de Saúde  Estado nutricional  Suplementação alimentar  Aleitamento materno  Saúde pública  Bibliotecas  Aquisição de materiais  Acervo  Livros 

Resumo

O Instituto de Saúde (IS) foi criado em 1969 com a missão de produzir conhecimento científico na área de Saúde Coletiva. Recentemente, em função das necessidades da Secretaria Estadual de Saúde - SES no contexto do Sistema Único de Saúde - SUS, houve a reestruturação do IS, publicada no Decreto 55.004 de 09/11/2009. As principais mudanças são a criação dos Centros de Avaliação Tecnológica em Saúde para o SUS; de Apoio Técnico-Científico, ao qual estão vinculados os Núcleos de Ensino, Informação, Biblioteca e Comunicação Técnico-Científica, e de Pesquisa e Desenvolvimento. A missão institucional prevê a continuidade da produção de conhecimento técnico-científico em Saúde Coletiva e o desenvolvimento de uma área de Avaliação Tecnológica em Saúde, considerada essencial para a efetividade e eficiência do SUS. Espera-se, ainda, que o IS promova a difusão do conhecimento científico, apoiando a tomada de decisão de gestores, e que fortaleça seu papel na formação de profissionais de saúde. Vale destacar que o IS possui vários programas de formação, incluindo o Aprimoramento em Saúde Coletiva, Estágios da Fundap, Curso de Aperfeiçoamento para os Trabalhadores do SUS e está pleiteando a criação do Mestrado Profissional em Saúde Coletiva. O IS possui uma equipe de pesquisadores que desenvolvem projetos de pesquisa e assessoria, apoiando as esferas governamentais e produzindo subsídios para auxiliar a formulação de políticas públicas, com vistas à melhoria da qualidade de vida da população. Os pesquisadores estão inseridos em sete grupos de pesquisa certificados junto à plataforma Lattes/CNPq: 1.Condições de Vida e Situação de Saúde; 2.Memória e Saúde; 3. Políticas e Práticas de Saúde; 4. Processos Educativos em Saúde; 5. Saúde da Mulher e da Criança; 6. Saúde da População Negra e Indígena; 7. Serviços e Sistemas de Saúde. Os projetos de pesquisa são desenvolvidos com recursos próprios da SES e por meio da celebração de convênios com agências nacionais e internacionais de fomento. A seguir, são relacionados os projetos que contaram com apoio da FAPESP nos últimos 5 anos: 1. Referenciamento Regional: Compatibilizando Universalidade e Integralidade no SUS-SP - Processo nº 05/58542-7; 2. Para Pensar Ambiente e Sociedade: a Contribuição da Teoria da Sociedade de Risco - Processo nº 2008/54965-9; 3. Seminário Programa Pesquisa para o SUS - PPSUS 2004/2007 - Processo nº 08/55543-0; 4. Humanização e Voluntariado: um estudo em hospitais públicos estaduais da grande São Paulo - Processo nº 2007/51663-9; 5. Juventude e Saúde sexual e reprodutiva: estudo com alunos da Rede Estadual de Ensino Público no município de Santos - Processo nº 04/09040-6; 6. Estudo dos fatores associados ao aleitamento materno exclusivo de recém-nascidos de baixo peso ao nascer Processo nº 60645-8. Para manter a excelência científica é fundamental que a Biblioteca tenha um acervo completo e atualizado. Hoje, esta biblioteca conta com 12.000 volumes e está informatizada, em relação às monografias e periódicos. Também disponibiliza o acesso à internet aos usuários e utiliza o serviço de Empréstimo entre Bibliotecas (COMUT). A produção dos pesquisadores está disponível na Rede de Informação e Conhecimento - RIC, projeto da SES-SP e BIREME - Biblioteca Regional de Medicina. Tendo em vista a criação de novas áreas de pesquisa e a perspectiva de ampliação de seu papel formador, justifica-se a presente solicitação à FAPESP. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.