Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação das concentrações de zinco alfa2-glicoproteína, adiponectina, leptina e fator de necrose tumoral-alfa no cordão umbilical com a composição corporal de crianças nos 6 primeiros meses de vida

Processo: 12/07809-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2012 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Patricia Helen de Carvalho Rondó
Beneficiário:Patricia Helen de Carvalho Rondó
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Liania Alves Luzia
Assunto(s):Obesidade  Crianças  Tecido adiposo  Adiponectina  Fator de necrose tumoral alfa  Leptina 

Resumo

A obesidade é uma doença epidêmica com elevada prevalência desde os primeiros anos de vida, sendo considerada como um dos maiores problemas de saúde pública na atualidade. Caracterizada pelo excesso de tecido adiposo (TA), a obesidade instalada em períodos críticos do desenvolvimento humano, pode levar a repercussões duradouras na fisiologia do organismo, com o aparecimento posterior de doenças crônicas. O TA é um órgão endócrino capaz de liberar proteínas sinalizadoras e mediadoras chamadas citocinas, permitindo sua comunicação com diversos outros órgãos. A expansão do TA na obesidade leva a um processo inflamatório e à desregulação na secreção de determinadas citocinas. Em indivíduos obesos, as citocinas zinco-±2-glicoproteína (ZAG) e a adiponectina estão diminuídas. A ZAG tem sido caracterizada como um fator modulador do TA, devido à sua ação lipolítica nos adipócitos enquanto a adiponectina tem papel anti-inflamatório. A leptina e o fator de necrose tumoral-alpha (TNF-±) estão aumentados na obesidade e tem papel pró-inflamatório. O TNF-± é um importante fator regulador da expressão de ZAG e adiponectina. Devido à relevância do TA na progressão de desordens metabólicas é importante acompanhar o desenvolvimento da composição corporal desde o início da vida, com o intuito de encontrar alterações endócrinas importantes na gênese da obesidade. O objetivo deste estudo do tipo coorte é analisar as concentrações de ZAG, adiponectina, leptina e TNF-± do cordão umbilical e relacionar com a composição corporal de 200 crianças nos primeiros 6 meses de vida. A composição corporal será avaliada mensalmente, pelo método da pletismografia. As citocinas serão determinadas no sangue do cordão umbilical pelo método ELISA. Utilizar-se-á análise de regressão linear múltipla para determinar a relação entre as citocinas e a composição corporal. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
EUCLYDES, VERONICA L. V.; CASTRO, NATALIA P.; LIMA, LOURDES R.; BRITO, CYRO; RIBEIRO, LAISA; SIMOES, FERNANDA AGAPITO; REQUENA, GUARACI; LUZIA, LIANIA ALVES; RONDO, PATRICIA HELEN. Cord blood concentrations of leptin, zinc-alpha 2-glycoprotein, and adiponectin, and adiposity gain during the first 3 mo of life. NUTRITION, v. 54, p. 89-93, OCT 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.