Busca avançada
Ano de início
Entree

Obtenção de células tronco da linhagem germinativa masculina de rato: relação entre o estágio do desenvolvimento das células germinativas e seu potencial para gerar células tronco in vitro

Processo: 12/08951-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2012 - 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Embriologia
Pesquisador responsável:Taiza Stumpp Teixeira
Beneficiário:Taiza Stumpp Teixeira
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Células germinativas  Células-tronco  Espermatogônias  Gonócito  Ratos 

Resumo

As células germinativas (CG) masculinas apresentam características peculiares como a capacidade de derivar células tronco in vitro. Esta característica já está bem descrita em camundongos, mas não em ratos. A obtenção de linhagens de células tronco a partir das CG é de grande utilidade para estudos sobre seu desenvolvimento, produção de animais transgênicos e para regeneração tecidual. A obtenção dessas células tem sido muito pouco estudada no rato. Isto se deve, principalmente, às dificuldades de se manter essas células in vitro, quando comparadas às CG de camundongo. Nosso grupo mostrou que o desenvolvimento das CG rato difere consideravelmente das do camundongo e apresenta semelhanças com humanos, mostrando que o rato é um modelo importante para estudos sobre este tema. Assim, o objetivo deste trabalho é derivar células tronco a partir das CG masculinas de rato em diferentes fases do seu desenvolvimento e determinar a fase em que as CG estão mais propícias a gerar células tronco. A capacidade de gerar células tronco será relacionada com: a) a expressão de marcadores de pluripotência, b) o período de quiescência e a retomada da mitose das células germinativas e c) diferenciação das espermatogônias tronco. Serão utilizados embriões com 11 e 12dpc e testículos pós-natais nas idades de 1, 8 e 11dpp, os quais serão submetidos à investigação de marcadores de pluripotência, de ciclo celular, de quiescência e de distribuição das células germinativas. A derivação das células tronco da linhagem germinativa também será testada em todas essas idades. (AU)