Busca avançada
Ano de início
Entree

Novas abordagens de estudo de células-tronco neurais em doenças do sistema nervoso central

Processo: 12/11984-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2012 - 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Beatriz de Oliveira Monteiro
Beneficiário:Beatriz de Oliveira Monteiro
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/11735-4 - Novas abordagens de estudo de células-tronco neurais em doenças do sistema nervoso central, BP.TT
13/09937-5 - Novas abordagens de estudo de células-tronco neurais em doenças do sistema nervoso central, BP.TT
12/20556-0 - Novas abordagens de estudo de células-tronco neurais em doenças do sistema nervoso central, BP.TT
Assunto(s):Neurofisiologia  Hipocampo  Doença de Alzheimer  Epilepsia  Terapia genética  Células-tronco neurais  GABA  Regeneração nervosa 

Resumo

Células-tronco neurais (CTN) são auto-renováveis, multipotentes e capazes de proliferar e gerar populações específicas como neurônios, astrócitos e oligodendrócitos. O estabelecimento de protocolos para sua expansão e diferenciação in vitro e transplante in vivo possibilitaram o surgimento de novas perspectivas para aplicações em doenças consideradas incuráveis, como a Doença de Alzheimer (DA), e outras para as quais ainda não há tratamento farmacológico eficaz, como a epilepsia. Neste cenário, mudanças nas condições de cultivo de CTN e inserção de vetores para terapia gênica apresentam-se como alternativas promissoras para tratamento dessas patologias. Modificações na cultura das CTN poderiam originar uma maior quantidade de interneurônios inibitórios, e consequentemente uma reposição de neurônios GABAérgicos, quando transplantadas no hipocampo, sendo possível uma atenuação das crises epilépticas por diminuição da hiperexcitabilidade. Além disso, CTN, separadamente ou superexpressando NGF (Nerve Growth Factor), transplantadas no hipocampo de animais duplo-transgênicos para a DA (2xTg-DA), poderiam contribuir para a regeneração do tecido nervoso e diminuir a deposição de placas A² por meio da estabilização do nível de NGF no cérebro. No presente projeto propomos investigar o potencial terapêutico de CTN in vitro por meio de modificações no cultivo que produzam uma população enriquecida de neurônios inibitórios e o transplante hipocampal das CTN in vivo em animais epilépticos. Investigaremos também o potencial do transplante de CTN na recuperação das funções cognitivas e regeneração neuronal e o efeito da superexpressão de NGF por inserção do vetor na diminuição de placas senis em modelo 2xTg-DA. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.