Busca avançada
Ano de início
Entree

Como os médicos diagnosticam e prescrevem tratamentos: um estudo com médicos de atenção primária usando ressonância magnética funcional

Processo: 12/15438-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2012 - 31 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Eduardo Massad
Beneficiário:Eduardo Massad
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Edson Amaro Junior ; Marcio Antonio dos Santos Melo
Assunto(s):Neurociências  Diagnóstico clínico  Diagnóstico por imagem  Imagem por ressonância magnética  Atenção primária à saúde 

Resumo

Os médicos geram hipóteses diagnósticas em resposta a sintomas, sinais clínicos ou informações obtidas enquanto fazem a avaliação de pacientes. Existem vários estudos mostrando que este processo pode ser rápido e que a acurácia dessas hipóteses tem uma influência decisiva no diagnóstico final. Conceitualizamos a geração de hipóteses diagnósticas como um processo de associação léxico-semântica onde informações diagnósticas evocam o nome de doenças a elas associadas. Nossa hipótese de trabalho é de que os mecanismos neurocognitivos envolvidos no diagnóstico médico baseado em reconhecimento de padrões são similares aos utilizados para a identificação e nomeação de objetos e conceitos na vida cotidiana. Esta hipótese foi testada no âmbito visual usando o diagnóstico radiológico como modelo experimental. Os resultados foram ao encontro das previsões. Pretendemos no presente projeto testar a proposição no âmbito verbal usando informações diagnósticas apresentadas verbalmente a médicos envolvidos em atenção primária à saúde. Avaliaremos ativações cerebrais enquanto os participantes fizerem diagnósticos durante uma sessão de ressonância magnética funcional. Queremos também testar a proposição de que a prescrição de tratamentos para doenças específicas baseia-se em um processo léxico-semântico similar à geração de hipóteses diagnósticas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Para disminuir los errores al diagnosticar, investigan cómo piensan los médicos 
Para reduzir erros diagnósticos, grupo da USP investiga como os médicos pensam 
Para reduzir erros diagnósticos, grupo da USP investiga como os médicos pensam 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MELO, MARCIO; GUSSO, GUSTAVO D. F.; LEVITES, MARCELO; AMARO, JR., EDSON; MASSAD, EDUARDO; LOTUFO, PAULO A.; ZEIDMAN, PETER; PRICE, CATHY J.; FRISTON, KARL J. How doctors diagnose diseases and prescribe treatments: an fMRI study of diagnostic salience. SCIENTIFIC REPORTS, v. 7, MAY 2 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.