Busca avançada
Ano de início
Entree

Atuação de ácidos orgânicos isolados ou associados em dietas de frangos de corte

Processo: 12/16193-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2012 - 31 de outubro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Valquíria Cação Cruz-Polycarpo
Beneficiário:Valquíria Cação Cruz-Polycarpo
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental de Dracena. Dracena , SP, Brasil
Pesq. associados:Gustavo Do Valle Polycarpo
Assunto(s):Avicultura  Frangos de corte  Trato gastrointestinal  Microbioma gastrointestinal  Aditivos alimentares para animal  Ácidos orgânicos 

Resumo

Com a crescente expansão do mercado de carne de frangos de corte, e aumento na demanda por carne de boa qualidade, os consumidores esperam que a mesma seja proveniente de animais saudáveis, abatidos e processados higienicamente, sendo rica em nutrientes necessários à alimentação. Desde a proibição do uso de antibióticos como promotores de crescimento, outros aditivos estão em estudo, entre eles, os ácidos orgânicos. Esses ácidos são pouco descritos na literatura em frangos de corte, principalmente quando utilizados isoladamente, pois seu uso geralmente é feito por meio de "blends", obtidos através de uma mistura de ácidos. Para tanto, serão conduzidos dois experimentos em que no primeiro serão avaliadas quatro tipos de dietas suplementadas ou não com ácidos orgânicos (ácido cítrico e ácido benzóico) sobre o desempenho zootécnico dos animais, peso de órgãos, comprimento dos intestinos delgado e grosso e pH do conteúdo intestinal. Será realizado um segundo experimento com o objetivo de abordar a atuação, em diferentes níveis de inclusão, do ácido orgânico ou mistura de ácidos que melhores índices demonstrar no primeiro experimento, sobre os mesmos parâmetros avaliados e ainda, o desenvolvimento da microbiota presente no TGI das aves. Assim, serão utilizadas no primeiro experimento, 840 aves distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2x2 (suplementação ou não de ácido cítrico e suplementação ou não de benzoato de sódio) com sete repetições. No segundo experimento, será utilizado o mesmo número de aves e o mesmo delineamento experimental do primeiro experimento, porém serão estudados quatro diferentes níveis de inclusão do ácido orgânico ou mistura de ácidos que melhores resultados demonstrar no primeiro experimento. As análises estatísticas dos dados obtidos serão feitas através da ANOVA e será utilizado o teste de Tukey (P<0,05). (AU)