Busca avançada
Ano de início
Entree

MicroRNAs associados a resposta ao estresse por seca em cana-de-açúcar (Saccharum spp.)

Processo: 12/51202-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de novembro de 2012 - 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Marcelo Menossi Teixeira
Beneficiário:Marcelo Menossi Teixeira
Instituição Sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Sequenciamento  MicroRNAs  Estresse hídrico  Secas  Cana-de-açúcar  Saccharum  Publicações de divulgação científica  Artigo científico 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Drought | Mirnas | Rt-Q Pcr | Small Deep Sequencing | Sugarcane

Resumo

Cana-de-açúcar é uma das mais importantes espécies vegetais cultiváveis do mundo, sendo o Brasil o maior produtor. A seca é um dos principais estresses que reduzem a produtividade da cana-de-açúcar. Uma nova forma de regulação mediada por microRNAs foi recentemente descrita como um componente importante e decisivo no desenvolvimento vegetal e na modulação da resistência aos mais diversos estresses. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho foi identificar miRNAs expressos durante o estresse hídrico e correlacioná-los com a tolerância à seca em cana-de-açúcar. Para tal foram avaliados os perfis de expressão de miRNAs em dois cultivares de cana contrastantes quanto à tolerância à seca, mantidos em condições de irrigação normal, sob déficit hídrico (dois e quatro dias de estresse) e após recuperação por irrigação. Os dados foram obtidos através do sequenciamento de bibliotecas de miRNAs e a confirmação foi realizada por qRT-PCR. Foram identificados 7 miRNAs diferencialmente expressos em resposta à seca. Cinco miRNAs tiveram sua expressão confirmada através de ensaios de RT-qP2R. Também foram preditos, através de análises in silício, precursores e alvos para esses miRNAs. Aparentemente, muitos desses alvos desempenham papéis diversos na tolerância à seca. Esses resultados contribuíram para a descoberta de novos miRNAs em cana-de-açúcar e forneceram maior entendimento sobre a complexa rede de regulação gênica envolvida na resposta ao estresse hídrico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)