Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do IGF-I e da leptina sobre a puberdade de fêmeas bovinas Bos indicus da raça Nelore

Processo: 12/18090-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2012 - 31 de maio de 2015
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Guilherme de Paula Nogueira
Beneficiário:Guilherme de Paula Nogueira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária (FMVA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Pesq. associados:Rafael Silva Cipriano ; Reinaldo Fernandes Cooke
Assunto(s):Endocrinologia veterinária  Fator de crescimento insulin-like I  Leptina  Maturidade sexual  Ovulação  Insulina  Ganho de peso  Bovinos 

Resumo

Em pesquisas realizadas em nosso laboratório com novilhas pre-puberes, foram encontradas diferenças no ganho de peso, mas não na concentração de leptina, 60 dias antes da primeira ovulação, entre novilhas que ovularam e não ovularam aos 16 meses de idade. Por outro lado observamos maior concentração de IGF-I em animais que ficaram prenhe antes dos 16 meses, sugerindo que o ganho de peso e o IGF-I foram importantes na determinação da primeira ovulação, mas não encontramos evidencias da participação da leptina na precocidade sexual em novilhas Nelore. Esta pesquisa avalia se a administração de rbST incrementa a concentração de IGF-I ao mesmo tempo que diminui a percentagem de gordura (que resulta em concentrações menores de leptina) e interfere na idade à primeira ovulação em bezerras Nelore; IGF-I, leptina, insulina, glicose e progesterona serão avaliadas, da mesma forma que o desenvolvimento folicular e corporal. Sessenta novilhas da raça Nelore serão mantidas em dois grupos diferentes, um receberá desde os sete, até os 19 meses de idade 250mg SC de rbST a cada 14 dias. O segundo receberá solução salina (2,5ml SC). Todos os animais permanecerão à pasto recebendo suplemento mineral e água ad libitum. Nos dias da aplicação do rbST será coletado sangue venoso para quantificação de IGF-I, leptina, glicose, insulina e P4, também será avaliado o número e o diâmetro dos folículos >4mm. Após o 12º mês será inserido no lote um rufião com bucal marcador e semanalmente serão inspecionadas as marcas de cio nas novilhas. A cada dois meses os animais serão pesados e será avaliada a espessura da gordura na 12ª costela com US para referência da reserva de gordura. Os resultados serão analisados por ANOVA medidas repetidas, PROC GLM no programa SAS. (AU)