Busca avançada
Ano de início
Entree

Doença renal policística autossômica dominante em felinos da raça Persa: caracterização genotípica e fenotípica e elaboração de critérios para diagnóstico ultrassonográfico

Resumo

A doença renal policística autossômica dominante (DRPAD) constitui-se na doença renal monogênica mais comum em humanos, acometendo 1 em cada 400 a 1.000 indivíduos e respondendo por 4,4 a 10% dos casos de doença renal crônica terminal. Esta enfermidade é causada por mutações em um de dois genes, PKD1 (polycystic kidney disease 1) ou PKD2, sendo que ~85% dos casos devem-se a mutações em PKD1. A DRPAD felina, de forma similar, consiste na moléstia hereditária mais prevalente em gatos domésticos, estando presente em 35 a 60% dos gatos da raça Persa. Note-se que a inexistência de dados epidemiológicos referentes à DRPAD felina em nosso país torna seu controle um desafio à medicina veterinária no Brasil. Seguindo a natureza sistêmica da DRPAD humana, a DRPAD felina caracteriza-se pelo desenvolvimento de múltiplos cistos em córtex e medula renais e, ocasionalmente, em fígado e pâncreas. Na raça Persa, a grande maior parte dos casos se deve à substituição C>A na posição 138 do éxon 29 do gene ortólogo a PKD1 humano, também denominado PKD1. Esta mutação associa-se à criação de um códon de parada prematura. Diferentes estudos têm mostrado correlação entre essa mutação e achados ultrassonográficos consistentes com DRPAD. Apesar desses avanços, a medicina veterinária ainda enfrenta três problemas maiores quanto ao estabelecimento do diagnóstico dessa enfermidade em felinos: 1) O acesso ao teste molecular diagnóstico é muito precário na prática veterinária; 2) Em uma menor parte de gatos Persa e mestiços com fenótipo presuntivo da doença, a mutação C>A na posição 138 do éxon 29 não é identificada, sugerindo que nesses casos a DRPAD se deva a outras mutações; e 3) O curso temporal do fenótipo cístico renal não é conhecido/caracterizado o suficiente em gatos comprovadamente portadores da doença, o que impede a aplicação segura da técnica ultrassonográfica com propósito diagnóstico em animais relativamente jovens. Nesse cenário, nosso estudo tem como objetivos específicos: 1) Caracterizar o fenótipo qualitativo e quantitativo da DRPAD em felinos da raça Persa em diferentes faixas etárias, nos níveis renal, hepático e pancreático, por meio de análises ultrassonográficas, bioquímicas, hematológicas e urinárias; 2) Identificar e caracterizar variantes genéticas potenciais no gene PKD1, associá-las à DRPAD e definir sua prevalência em uma população felina Persa nacional; e 3) Estabelecer critérios ultrassonográficos para o diagnóstico de DRPAD em felinos domésticos, a partir da determinação de correlações genótipo-fenótipo para diferentes faixas etárias na população estudada. Antecipamos que este projeto deva se traduzir em resultados de grande expressão científica e clínica à medicina veterinária. Dada a forte similaridade clínica entre a DRPAD felina e humana e os limites de transposição de dados entre modelos císticos murinos e a DRPAD humana, também antecipamos que os achados advindos do estudo atual deverão se acompanhar de grande relevância médica humana. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
J. M. GUERRA; N. C. CARDOSO; A. G. T. DANIEL; L. F. ONUCHIC; B. COGLIATI. Prevalence of autosomal dominant polycystic kidney disease in Persian and Persian-related cats in Brazil. Brazilian Journal of Biology, v. 81, n. 2, p. 392-397, Maio 2021.
J. M. GUERRA; N. C. CARDOSO; A. G. T. DANIEL; L. F. ONUCHIC; B. COGLIATI. Prevalence of autosomal dominant polycystic kidney disease in Persian and Persian-related cats in Brazil. Brazilian Journal of Biology, n. ahead, p. -, 2020.
JULIANA MARIOTTI GUERRA; ARINE PELLEGRINO; ALEXANDRE GONÇALVES TEIXEIRA DANIEL; MARIANA FERREIRA DE FREITAS; NATÁLIA CAVALCA CARDOSO; REBECCA BASTOS PESSOA; GABRIEL GARONE DE LUCCA; MARIA HELENA MATIKO AKAO LARSSON; LUIZ FERNANDO ONUCHIC; FELISBINA LUISA QUEIROGA; BRUNO COGLIATI. Cardiac structural and functional findings in Persian cats with autosomal dominant polycystic kidney disease. Ciência Rural, v. 50, n. 9, p. -, 2020. Citações Web of Science: 0.
GUERRA, JULIANA M.; FREITAS, MARIANA F.; DANIEL, ALEXANDRE G. T.; PELLEGRINO, ARINE; CARDOSO, NATALIA C.; DE CASTRO, ISAC; ONUCHIC, LUIZ F.; COGLIATI, BRUNO. Age-based ultrasonographic criteria for diagnosis of autosomal dominant polycystic kidney disease in Persian cats. JOURNAL OF FELINE MEDICINE AND SURGERY, v. 21, n. 2, p. 156-164, FEB 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.