Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação da evolução dos pólipos endometriais em câncer de endométrio

Processo: 12/17297-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2012 - 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Pesquisador responsável:Rogério Dias
Beneficiário:Rogério Dias
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Ginecologia  Neoplasias do endométrio  Pólipos  Hemorragia uterina  Imuno-histoquímica  Biópsia 

Resumo

Os pólipos endometriais são assintomáticos e detectados de forma incidental; pólipos também são uma causa comum de sangramento vaginal. Ocorre com freqüência, tanto nas mulheres na pré-menopausa quanto nas pós-menopausa e ocorrendo em mais de 25% da população em geral. Pólipo endometrial (PE) parece ser um distúrbio do envelhecimento, mas a influência de outros fatores de risco é ainda desconhecida. O risco de câncer de endométrio em mulheres com pólipo endometrial tem sido relatado como tendo uma variabilidade entre 0% a 4,8%. Esta patologia, comum, apresenta-se muitas vezes em associação com diversas situações clínicas que variam de sangramento uterino anormal á infertilidade. Estas condições são, geralmente, diagnosticadas por procedimentos de ambulatório, tais como a histeroscopia, ultra-sonografia transvaginal e histerossonografia, que substituíram a clássica e antiga dilatação e curetagem, por serem mais precisos e menos invasivos. No entanto, diretrizes de consenso para a conduta em mulheres com pólipos endometriais são escassos e sua patogênese é, ainda, pouco compreendida. Diante destes fatos, questionamos, se com o decorrer do tempo, seria possível ocorrer a evolução dos pólipos sem atipias e com atipias para câncer de endométrio?O objetivo do presente estudo é comparar os resultados do material histológico obtido por biópsia orientada (biópsia às cegas usando cureta de Novak ou a sucção com a "Pipelle de Cornier") ou biópsia dirigida (usando o sistema de Bettocchi). Analisar se é possível a evolução de pólipos com atipias para câncer de endométrio pelo estudo imuno-histoquímico da expressão de proteínas. Pretende-se, portanto determinar a imuno-histoquímica da expressão de receptores de estrogênio e progesterona em pólipos endometriais, bem como Ki-67, um indicador de atividade mitótica da célula - um marcador de proliferação e da endoglina CD105 e CD34, expressão das claudinas -1 -3 e -4, e as metoloproteases (MMP- 2 e MMP- 9).O presente estudo será realizado no Setor de Endoscopia Ginecológica e Planejamento Familiar e no Setor de Oncologia Ginecológica de nossa Instituição.Trata-se de estudo tranversal clínico comparativo com amostra de conveniência. Entre 2012 e 2014, cento e vinte mulheres serão avaliadas no presente estudo.Características demográficas, resultados clínicos e patológicos serão analisados, tais como idade, obesidade, hipertensão arterial, Diabetes mellitus, menopausa, câncer de mama, uso de terapia hormonal, paridade, tabagismo, padrão menstrual e uso do tamoxifeno. Finalmente, o estudo imuni-histoquímico da expressão das proteínas serão comparados, bem como, os resultados histeroscópicos e os anátomopatológicos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PERES, GUSTAVO FILIPOV; SPADOTO-DIAS, DANIEL; BUELONI-DIAS, FLAVIA NEVES; LEITE, NILTON JOSE; ELIAS, LEONARDO VIEIRA; CUSTODIO DOMINGUES, MARIA APARECIDA; PADOVANI, CARLOS ROBERTO; DIAS, ROGERIO. Immunohistochemical expression of hormone receptors, Ki-67, endoglin (CD105), claudins 3 and 4, MMP-2 and-9 in endometrial polyps and endometrial cancer type I. ONCOTARGETS AND THERAPY, v. 11, p. 3949-3958, 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.