Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das vias de transdução de sinal em Schistosoma mansoni e sua relevância na interação parasita-hospedeiro (schisto-sig)

Processo: 12/50115-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de fevereiro de 2013 - 31 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Katia Cristina Pereira Oliveira Santos
Beneficiário:Katia Cristina Pereira Oliveira Santos
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/21628-8 - Sequenciamento do transcriptoma do Schistosoma mansoni em diferentes estágios de desenvolvimento tratados com TNF-alfa humano, BP.TT
13/18748-1 - Estudo do uso de SmTNFR como antígeno para diagnostico sorológico da esquistossomose, BP.IC
12/24350-8 - Estudo das vias de transdução de sinal em Schistosoma mansoni e sua relevância na interação parasita-hospedeiro (Schisto-Sig), BP.JP
Assunto(s):Expressão gênica  Schistosoma mansoni  Interações hospedeiro-parasita  Receptores do ligante indutor de apoptose relacionado a TNF 

Resumo

A esquistossomose é um sério problema de saúde pública no Brasil e nos países em desenvolvimento. É causada pelo parasita Schistosoma mansoni que possui um ciclo de vida complexo envolvendo um hospedeiro intermediário (molusco) e um definitivo (homem). A interação entre o parasita e seus hospedeiros tem sido constante alvo de estudo, destacando-se os elementos de sinalização como fatores chave para o entendimento da interação parasita-hospedeiro. Neste contexto, já está descrito o efeito de TNF-α humano sobre o desenvolvimento e a fisiologia do parasita. A descrição do gene homólogo do receptor de TNF-α em S. mansoni (SmTNFR) e a identificação e caracterização de genes homólogos da sua possível via de sinalização, tem sido alvo de investigação da pesquisadora proponente ao longo de sua formação. Esta proposta visa estender o estudo do TNF-α humano no parasita, observando seu efeito sobre o transcriptoma, a taxa de atividade mitótica e morfologia dos vermes. O efeito do TNF-α humano sobre o parasita sugere sua interação com o SmTNFR, porém não se descarta a hipótese da existência de um ligante adicional, do próprio parasita. Assim, pretende-se identificar um potencial ligante endogeno e continuar o estudo da sinalização do TNF no parasita através da caracterização das proteínas TRAFs (TNF Receptor Associated Factors) e suas interações com outras proteínas sinalizadoras. Por fim avaliaremos a imunogenicidade do receptor em seus hospedeiros definitivos (em soros de hamsters e pacientes infectados) a fim de verificar seu potencial como antígeno sorológico para o diagnóstico da esquistossomose. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
OLIVEIRA, KATIA C.; CARDOSO, RITA; DOS SANTOS, ANTONIO C.; FERNANDES, RUBEN; BOTELHO, MONICA C. Imbalance of Steroid Hormones in Hamsters Infected with Schistosoma mansoni. ENDOCRINE METABOLIC & IMMUNE DISORDERS-DRUG TARGETS, v. 19, n. 8, p. 1122-1126, 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.