Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da atividade angiogênica e anti-tumoral do secretoma de Aspergillus fumigatus

Processo: 12/19100-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2013 - 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Arnaldo Lopes Colombo
Beneficiário:Arnaldo Lopes Colombo
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Helena Bonciani Nader ; Juliana Luporini Dreyfuss Regatieri ; Maria Daniela Di Dea Bergamasco ; Sarah Santos Gonçalves
Auxílios(s) vinculado(s):14/50294-3 - Aspergilose pulmonar e correlação entre as formas clínicas e a expressão diferencial de atributos de virulência em Aspergillus fumigatus, AP.R
Assunto(s):Fungos  Aspergilose pulmonar  Aspergillus fumigatus  Neoplasias pulmonares  Moduladores da angiogênese  Metabólitos secundários  Glicoproteínas 

Resumo

A aspergilose invasiva (AI) é uma importante causa de morbidade e mortalidade em pacientes imunocomprometidos, e o Aspergillus fumigatus é a espécie mais prevalente isolada nos episódios de aspergilose. A angiogênese é uma importante resposta fisiológica à infecção por A. fumigatus em humanos, sendo bastante conhecida a característica vaso trópica das infecções sistêmicas por este agente. Ao atravessar a barreira alvéolo-capilar do hospedeiro, as hifas de A. fumigatus além de levarem à formação da lesão típica de aspergilose invasiva, o sinal do halo, são potentes indutores da angiogênese. Os fungos produzem uma ampla variedade de metabólitos secundários e moléculas de interesse biotecnológico e farmacêutico. Neste contexto, moléculas moduladoras da angiogênese têm sido alvo de grande interesse pelo seu potencial na terapêutica de doenças degenerativas e câncer. O objetivo do presente estudo é investigar o secretoma de A. fumigatus em busca de metabólitos secundários e glicoconjugados que possuam atividade na modulação da angiogênese e do câncer. Além disso, a avaliação da atividade angiogênica dos principais antifúngicos utilizados na prática clínica será realizada, pois existem estudos preliminares indicando o potencial anti-angiogênico destes fármacos. A modulação da angiogênese por moléculas isoladas do secretoma ou por antifúngicos será investigada "in vitro" utilizando-se células endoteliais em ensaios de migração, formação de estruturas do tipo capilar em cultura, viabilidade e proliferação celular. As moléculas com atividade angiogênica serão testadas "in vivo" em modelos de "plug" de Matrigel em camundongos. As moléculas isoladas também serão testadas quanto à atividade anti-tumoral em células de adenocarcinoma de pulmão A549 em ensaios de citotoxicidade, morte celular, proliferação e invasão. Este projeto possui caráter inovador e procura identificar novas moléculas com atividade na modulação da angiogênese e do câncer, e também visa compreender a dinâmica da angiogênese estabelecida durante a patogênese e o tratamento de infecções fúngicas invasivas. O conhecimento gerado poderá auxiliar no tratamento de AI e também na identificação de novas moléculas para tratamento de doenças que envolvam angiogênese. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.