Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de biomateriais bioativos com efeito bactericida

Processo: 12/19994-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2013 - 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Eliana Cristina da Silva Rigo
Beneficiário:Eliana Cristina da Silva Rigo
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Materiais cerâmicos  Biomateriais cerâmicos  Anti-infecciosos  Hidroxiapatita  Prata 

Resumo

Na busca por materiais com características mais próximas ao tecido ósseo, destaca-se a hidroxiapatita (HA), principal componente mineral dos ossos. Devido as suas propriedades de biocompatibilidade e bioatividade este fosfato de cálcio é comumente usado em sua forma sintética para a reconstrução do esqueleto e em alguns recobrimentos sobre ligas metálicas utilizadas em próteses de fêmur, joelho e dentárias. Embora as taxas de sucesso desses tipos de implantes sejam dependentes da osteointegração, o sucesso e a sobrevivência dos mesmos, a fim de evitar revisões cirúrgicas custosas, são dependentes da prevenção de infecções bacterianas após a implantação. Portanto, essa prevenção que é cara e a longa permanência em hospital, contribui para aumentar a morbidade do paciente, é de extrema importância. Uma estratégia comum nesse caso é a entrega de antibióticos de forma controlada no local do implante, mas a capacidade de algumas cepas bacterianas desenvolverem resistência aos antibióticos tem despertado crescente interesse na liberação controlada de outros agentes antibacterianos com ampla atividade e baixa incidência de resistência bacteriana, tais como prata, zinco e cobre. Sabe-se que partículas de prata se ligam à membrana celular das bactérias e inibem o processo de respiração, além disso, as cepas bacterianas comumente envolvidas nos processos de infecções dos implantes estão incluídas nos patógenos que a prata pode eliminar. Neste trabalho pretende-se obter hidroxiapatita dopada com prata utilizando rotas diferentes para essa finalidade. (AU)