Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel dos hormônios tireoidianos na proliferação e diferenciação das células de Sertoli e na produção espermática da progênie oriunda de ratas tratadas cronicamente com carbamazepina, durante a prenhez e a lactação

Processo: 12/05905-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2013 - 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Embriologia
Pesquisador responsável:Sandra Maria Miraglia Valdeolivas
Beneficiário:Sandra Maria Miraglia Valdeolivas
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Samara Urban de Oliva ; Taiza Stumpp Teixeira
Assunto(s):Células de Sertoli  Hormônios tireóideos  Carbamazepina  Espermatogênese  Testículo 

Resumo

A carbamazepina (CBZ) é um fármaco amplamente utilizado no controle de convulsões, no tratamento da neuralgia do trigêmeo e em desordens afetivas. Ela apresenta efeito inibitório sobre a esteroidogênese testicular e pode causar alterações da concentração plasmática de testosterona bioativa. Processos dependentes de níveis adequados de testosterona podem ser alterados pela administração deste fármaco, inclusive após o nascimento. Sabe-se que o desenvolvimento e a manutenção da espermatogênese na fase pós-natal são dependentes, quer direta ou indiretamente, do nível plasmático de testosterona. A CBZ também é teratogênica, causando malformações congênitas do aparelho urogenital além de provocar hipotireoidismo transitório em pacientes que necessitam utilizá-la cronicamente. Hormônios da tireóide (T3 e T4) controlam a proliferação e a diferenciação das células de Sertoli, tanto na fase pré-natal como na fase pós-natal. De fato, em face da paracrinia testicular, estas células são importantes para o estabelecimento e/ou a manutenção da espermatogênese. As células de Sertoli exercem fundamental papel no estabelecimento da homeostase do microambiente do epitélio seminífero, controlando a diferenciação, proliferação e morte das células germinativas. Além disto, durante a fase embrionária, as interações entre células de Sertoli e os gonócitos são cruciais e repercutem no desenvolvimento normal da gônada masculina, tanto na fase púbere como na adulta. Há também o aspecto clínico, pois mulheres grávidas ou em idade fértil fazem uso ininterrupto deste medicamento. Dados referentes aos possíveis efeitos adversos tardios de CBZ sobre a reprodução masculina da prole proveniente de mães expostas ao referido fármaco, durante a gestação e lactação, são escassos, fragmentados e de ocorrência praticamente inexistente na literatura. Em estudo anterior, nosso grupo demonstrou que ratos tratados com CBZ a partir da época do desmame (23 dias de idade) até a puberdade ou até a fase adulta, apresentam alterações reprodutivas tardias. Desta forma, em vista dos protocolos de uso contínuo de CBZ, indicado em clínica para tratamento de mulheres em idade fértil e com potencial capacidade reprodutiva decidiu-se pela realização deste estudo experimental, visando contribuir para o esclarecimento da ação tardia da CBZ sobre a espermatogênese e a maturação sexual da prole masculina oriunda de mães tratadas durante a prenhez e a lactação. Serão investigados: 1- os níveis de hormônios da tireóide (T3 e T4), em conseqüência da administração crônica de CBZ, e a possível ocorrência de hipotireoidismo materno e na prole; 2- a implicação primária destes níveis hormonais tireoidianos alterados (maternos e em neonatos) sobre a proliferação e diferenciação das células de Sertoli e, 3- por conseguinte, as alterações secundárias da espermatogênese, em vista do controle parácrino exercido pelas células somáticas testiculares no desenvolvimento dos testículos e na produção espermática, utilizando-se ratos que se encontrem nas fases neonatal e pré-púbere, na peri-puberdade, na puberdade tardia e na fase adulta, e que sejam provenientes de proles cujas mães forem submetidas, durante todo o período de gestação e de lactação, ao tratamento com CBZ. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ANDRETTA, RHAYZA ROBERTA; OKADA, FATIMA KAZUE; PACCOLA, CAMILA CICCONI; STUMPP, TAIZA; DE OLIVA, SAMARA URBAN; MIRAGLIA, SANDRA M. Carbamazepine-exposure during gestation and lactation affects pubertal onset and spermatic parameters in male pubertal offspring. REPRODUCTIVE TOXICOLOGY, v. 44, p. 52-62, APR 2014. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.