Busca avançada
Ano de início
Entree

Ação do resveratrol sobre proteoglicanos de membrana presentes no músculo cardíaco em modelo animal de cardiomiopatia diabética

Resumo

Foi demonstrado que em ratos com diabetes tipo1 induzido por estreptozotocina (STZ) alterações nos proteoglicanos, sindecan-4 e de glipican-1, em tecido cardíaco ocorrem de forma concomitante à instalação da disfunção diastólica, evento precoce que culmina na cardiomiopatia diabética. Nesse estudo, entretanto, não ficou estabelecido se as alterações contráteis observadas no coração dos ratos podem ser atribuídas diretamente às mudanças nos níveis destes proteoglicanos ou se ocorrem de forma paralela a elas ou ainda se decorrem do envolvimento de outras importantes vias metabólicas, tais como o sistema das sirtuínas (SIRT). Diversas substâncias podem estimular a via metabólica das sirtuínas, dentre ele o mais importante é o resveratrol (RSV). Já foi também demonstrada anteriormente a melhora da função cardíaca por meio do tratamento com RSV. Espera-se que o mesmo ocorra com os proteoglicanos, ou seja, seus níveis deixem de aumentar nos ratos tratados com este flavonóide. Objetivo: Estabelecermos uma ligação entre os níveis de SIRT1, enzima ativada pelo RSV, e de proteoglicanos num modelo experimental de doença crônica numa tentativa de elucidarmos alguns dos mecanismos envolvidos na deflagração desta doença.Materiais e Métodos: Durante 8 semanas serão estudados 32 ratos Wistar machos divididos em 4 grupos com 8 animais cada: grupo I - controle; grupo II - controle + RSV (ratos normais); grupo III - diabetes tipo II (induzida por STZ + nicotinamida) e grupo IV - diabetes tipo II + RSV. A avaliação do diabetes será feita por meio da dosagem de glicose, triglicérides e ácidos graxos livres e do teste de resistência a insulina . As expressões gênicas da SIRT-1, glipican-1, sindecan-4, FGF 2, e RAGE no tecido cardíaco serão quantificadas por meio de PCR em tempo real. As concentrações das proteínas: glypican-1, syndecan-4, SIRT-1, FGF-2 no músculo cardíaco serão analisadas por Western blot. A localização das proteínas no tecido cardíaco será feita por imunohistoquímica e por microscopia eletrônica (marcação por imuno-ouro). Os ratos serão submetidos a registros de pressão arterial pulsátil para análise do controle autonômico cardiovascular e à avaliação da função cardíaca utilizando-se a ecocardiografia de alta resolução. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CASSARO STRUNZ, CELIA MARIA; ROGGERIO, ALESSANDRA; CRUZ, PAULA LAZARA; PACANARO, ANA PAULA; CURY SALEMI, VERA MARIA; BENVENUTI, LUIZ ALBERTO; MANSUR, ANTONIO DE PADUA; IRIGOYEN, MARIA CLAUDIA. Down-regulation of fibroblast growth factor 2 and its co-receptors heparan sulfate proteoglycans by resveratrol underlies the improvement of cardiac dysfunction in experimental diabetes. JOURNAL OF NUTRITIONAL BIOCHEMISTRY, v. 40, p. 219-227, FEB 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.