Busca avançada
Ano de início
Entree

O ciberespaço: um locus para a interação social na experiência do luto

Processo: 12/20707-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2013 - 31 de janeiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem
Pesquisador responsável:Regina Szylit
Beneficiário:Regina Szylit
Instituição-sede: Escola de Enfermagem (EE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):14/19507-0 - O luto on-line, BP.TT
13/01614-2 - O ciberespaço: um locus para a interação social na experiência do luto, BP.TT
Assunto(s):Enfermagem da família  Luto (estado emocional)  Privacidade  Ciberespaço  Redes sociais  Internet  Tecnologia da informação 

Resumo

Este é um projeto envolve as novas tecnologias de informação e comunicação na internet (NTIC). O projeto tem por objetivo estabelecer a interface entre o luto, o uso das redes sociais e a construção de significado no adulto jovem. A sociedade moderna é pouco continente à expressão de emoções e tristeza em público. As redes sociais virtuais, por serem espaços que podem ser acessados a qualquer momento e lugar, permite as pessoas enlutadas conexão e interação social, sempre que assim desejar. Dessa forma, o espaço virtual pode se configurar como um recurso para esta manifestação. Este estudo de abordagem qualitativa é composto por quatro subprojetos e será desenvolvido com métodos múltiplos: Etnografia virtual e Teoria Fundamentada em Dados. Os participantes do estudo serão usuários da rede social "Facebook". Os critérios de inclusão são: adultos jovens, entre 20 e 40 anos, brasileiros, com registro de posts e imagens na específica rede virtual relacionado a uma perda de um ente querido e/ou ser integrante do cluster virtual de amigos da pessoa falecida ou daquele que faz registros sobre a perda. Os dados serão coletados por meio de seleção de registros afins, observação e entrevistas. A análise dos dados será conduzida de maneira independente para cada subprojeto, seguindo os procedimentos das abordagens adotadas: Análise de conteúdo (subprojetos I, II e III) e Teoria Fundamentada nos Dados (subprojeto IV). Este estudo poderá contribuir para a instrumentalização do profissional que trabalha com pessoas enlutadas, bem como da comunidade, que também é uma fonte importante de suporte àqueles que perderam entes queridos, a partir da compreensão da experiência de luto e, mais especificamente, do papel dos significados atribuídos à uma morte de um ente querido. Além disso, os aportes deste trabalho são de valia para o próprio enlutado, que a partir da utilização de novas tecnologias de informação e comunicação na internet poderá compreender melhor a si mesmo e a sentir-se mais amparado e com recursos para enfrentar a situação. (AU)