Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistemática e história evolutiva da ordem Scleractinia (Cnidaria, Anthozoa)

Processo: 12/21583-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2013 - 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Alvaro Esteves Migotto
Beneficiário:Alvaro Esteves Migotto
Instituição-sede: Centro de Biologia Marinha (CEBIMAR). Universidade de São Paulo (USP). São Sebastião , SP, Brasil
Pesq. associados:Marcelo Visentini Kitahara
Bolsa(s) vinculada(s):13/02696-2 - Técnicas de extração de DNA genômico total, amplificação molecular de genes mitocondriais e análises filogenéticas moleculares multiloco, vinculadas ao Processo FAPESP 2012/21583-1, BP.TT
Assunto(s):Evolução molecular  Cnidários  Antozoários  Filogenia  DNA mitocondrial  Genomas 

Resumo

Além do elevado interesse científico, os ecossistemas coralíneos de águas rasas (<50 m) e profundas (>150 m) vêm atraindo grande atenção pública especialmente devido ao destino incerto dos recifes de corais em face dos crescentes desafios de origem antrópica. Entretanto, apesar de sua importância ecológica e econômica, compreendemos notavelmente pouco sobre as origens evolutivas deste grupo, fato agravado pela homoplasia, plasticidade e escassez de caracteres macro-morfológicos utilizados na classificação de seus representantes. De forma geral, estudos filogenéticos baseados em sequências nucleotídicas sugerem que as classificações baseadas na morfologia não são naturais nos níveis de subordem e família. Entretanto, dados moleculares ainda não contribuíram substancialmente com a proposição de hipóteses sobre como e quando os corais escleractíneos surgiram. Dentre as explicações possíveis para este aparente problema, figura, principalmente, a pouca representatividade de corais azooxantelados em reconstruções filogenéticas da ordem. Neste contexto, e dentro do atual cenário de mudanças climáticas globais e seus impactos em relação ao futuro deste importante grupo animal, um melhor entendimento de suas relações filogenéticas se mostra relevante e necessário. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RODRIGUEZ, CAROLINA S.; MARQUES, ANTONIO C.; MIANZAN, HERMES W.; TRONOLONE, VALQUIRIA B.; MIGOTTO, ALVARO E.; GENZANO, GABRIEL N. Environment and life cycles influence distribution patterns of hydromedusae in austral South America. MARINE BIOLOGY RESEARCH, v. 13, n. 6, p. 659-670, 2017. Citações Web of Science: 1.
CAPEL, K. C. C.; MIGOTTO, A. E.; ZILBERBERG, C.; LIN, M. F.; FORSMAN, Z.; MILLER, D. J.; KITAHARA, M. V. Complete mitochondrial genome sequences of Atlantic representatives of the invasive Pacific coral species Tubastraea coccinea and T. tagusensis (Scleractinia, Dendrophylliidae): Implications for species identification. Gene, v. 590, n. 2, p. 270-277, SEP 30 2016. Citações Web of Science: 4.
PEREIRA LUZ, BRUNA LOUISE; CRUZ CAPEL, KATIA CRISTINA; STAMPAR, SERGIO NASCIMENTO; KITAHARA, MARCELO VISENTINI. Description of the mitochondrial genome of the tree coral Dendrophyllia arbuscula (Anthozoa, Scleractinia). MITOCHONDRIAL DNA, v. 27, n. 4, p. 2911-2912, 2016. Citações Web of Science: 0.
STAMPAR, SERGIO N.; MORANDINI, ANDRE C.; BRANCO, LAURA C.; DA SILVEIRA, FABIO LANG; MIGOTTO, ALVARO E. Drifting in the oceans: Isarachnanthus nocturnus (Cnidaria, Ceriantharia, Arachnactidae), an anthozoan with an extended planktonic stage. Marine Biology, v. 162, n. 11, p. 2161-2169, NOV 2015. Citações Web of Science: 7.
KITAHARA, MARCELO V.; LIN, MEI-FANG; FORET, SYLVAIN; HUTTLEY, GAVIN; MILLER, DAVID J.; CHEN, CHAOLUN ALLEN. The ``Naked Coral'' Hypothesis Revisited - Evidence for and Against Scleractinian Monophyly. PLoS One, v. 9, n. 4 APR 16 2014. Citações Web of Science: 25.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.