Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução temporal/redshift de gradientes radiais de abundâncias

Processo: 12/22236-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 15 de julho de 2013 - 14 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia
Pesquisador responsável:Roberto Dell'Aglio Dias da Costa
Beneficiário:Roberto Dell'Aglio Dias da Costa
Pesquisador visitante: Mercedes Mollá Lorente
Inst. do pesquisador visitante: Centro de Investigaciones Energéticas, Medioambientales y Tecnológicas (CIEMAT), Espanha
Instituição-sede: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/18835-3 - Nebulosas planetárias, estrelas e evolução química de sistemas estelares, AP.TEM
Assunto(s):Evolução química  Estrutura da galáxia  Formação e evolução da galáxia 

Resumo

A evolução temporal dos gradientes radiais de abundâncias em galáxias espirais é bastante controversa. O aumento ou achatamento do gradiente com o tempo são previstos teoricamente e também observados. Existem apenas dois métodos para se produzir um gradiente radial: um infall de gás variável com o raio e/ou uma taxa de formação estelar dependente com o raio. Considerando a relação entre a produção de elementos e a formação estelar, a distribuição radial de abundâncias em um disco poderia fornecer informações sobre as diferenças locais das histórias evolutivas ao longo da distância galactocêntrica de uma galáxia. O objetivo deste projeto é estudar a possível evolução temporal ou com o redshift dos gradientes radiais de abundâncias, calculando-se uma nova grade de modelos de evolução química para um conjunto de galáxias isoladas com diferentes massas dinâmicas. Com esta nova grade de modelos iremos atualizar os modelos de Mollá & Díaz (2005). Serão aplicadas modificações para a inclusão de uma lei de infall de gás para o disco mais realística, assim como para a criação de nuvens moleculares e estrelas a partir deste gás. Com estas mudanças, poderemos comparar os resultados dos modelos com os dados observacionais. Estes dados serão provenientes em sua maior parte do conjunto de nebulosas planetárias observadas pelo grupo do IAG/USP, onde novas técnicas para a melhor determinação das idades e distâncias estão sendo usadas. Além disto, o grupo está compilando um catálogo completo para estes objetos na Via Láctea e em outras galáxias do grupo local. Adicionalmente, iremos analisar os atuais dados de abundâncias em altos redshifts e compará-los com esta nova grade de modelos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MOLLA, MERCEDES; DIAZ, ANGELES I.; ASCASIBAR, YAGO; GIBSON, BRAD K. Galaxy chemical evolution models: the role of molecular gas formation. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 468, n. 1, p. 305-318, JUN 2017. Citações Web of Science: 3.
MOLLA, MERCEDES; DIAZ, NGELES I.; GIBSON, BRAD K.; CAVICHIA, OSCAR; LOPEZ-SANCHEZ, ANGEL-R. The role of gas infall in the evolution of disc galaxies. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 462, n. 2, p. 1329-1340, OCT 21 2016. Citações Web of Science: 13.
MOLLA, MERCEDES; CAVICHIA, OSCAR; GAVILAN, MARTA; GIBSON, BRAD K. Galactic chemical evolution: stellar yields and the initial mass function. Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, v. 451, n. 4, p. 3693-3708, AUG 21 2015. Citações Web of Science: 29.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.