Busca avançada
Ano de início
Entree

Intercropping Time of Corn and Palisadegrass or Guineagrass Affecting Grain Yield and Forage Production

Processo: 12/24395-1
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de fevereiro de 2013 - 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Carlos Alexandre Costa Crusciol
Beneficiário:Carlos Alexandre Costa Crusciol
Instituição Sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Sistemas de produção  Zea mays  Pastagens  Urochloa brizantha 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:crop-livestock integration | Megathyrsus maximus | pasture | Plant nutrition | Urochloa brizantha | Zea mays | Sistemas de produção

Resumo

O consórcio de milho (Zea mays L.) com forrageiras, como capim Marandu {Urochloa brizantha (Hochst. ex A. Rich.) R.D. Webster [syn. Brachiaria brizantha (Hochst. ex A. Rich.) Stapf]} ou capim Mombaça [Megathyrsus maximus (Jacq.) BK Simon & SWL Jacobs (syn. Panicum maximum Jacq.)], fornece grandes quantidades de biomassa para utilização como palha no sistema plantio direto ou como pastagem. No entanto, é importante se avaliar quando essas forrageiras devem ser semeada na cultura do milho para evitar reduções na produção tanto de milho como de forragem. Este estudo, conduzido por três safras agrícolas em Botucatu, Brasil, avaliou a concentração de nutrientes e produtividade de milho em função da época de consórcio com a forrageira, bem como a produção de matéria seca de forragem. Pelos dados verifica-se que os sistemas consorciados não reduziram as concentrações de nutrientes nas folhas e nem a produtividade de grãos de milho em relação ao milho solteiro. O consórcio simultâneo de milho e capim colonião resultou na menor população de plantas (51.200 plantas ha-1), número de espigas por planta (1,0), e, consequentemente, a menor produtividade de grãos de milho (9801 kg ha-1). Capim colonião semeado no momento da adubação de cobertura do milho resultou na maior população de plantas (59.400 plantas ha-1), número de espigas por planta (1,2), e produtividade de grãos de milho (12077 kg ha-1). A produção de forragem foi maior quando consórcio foi feito simultaneamente. Capim-marandu pode ser consorciado com o milho tanto simultaneamente ou na época da adubação de cobertura. Em contraste, é recomendado que capim colonião só deve ser intercalado com milho na adubação de cobertura. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)